Flexibilização já atinge 36,5% dos shopping do país, informa Abasce

Marcello Sigwalt
null

Crédito: Site Fxdata

Gradualmente, como esperado, a abertura do comércio avança, a despeito do propalado atual ‘pico da pandemia’, ainda que cumprindo as regras de distanciamento social.

Prova disso é que, dos 577 shopping centers brasileiros, 36,5% deles (211) voltaram a funcionar em todo o país, de acordo com levantamento divulgado, nesta segunda-feira (1ª), pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

Em relação à última sexta-feira (29.5), o avanço é de 33,5%, quando apenas 158 unidades estavam em operação.

Conheça os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Sinal verde

Isso significa que 87 municípios, de 14 estados, estão com o ‘sinal verde’ para a retomada da atividade.

Interior de SP contribui

Para chegar a esse resultado, contribuiu a volta ao funcionamento de 32 shopping centers no interior do estado de São Paulo, igualmente nessa segunda.

A região comercial reativada corresponde às cidades paulistas de Botucatu, Jundiaí, Hortolândia, Guaratinguetá, Ribeirão Preto, Piracicaba, São José do Rio Preto, Sorocaba, São José dos Campos, Santa Bárbara do Oeste, Taubaté e Valinhos.

Março fechado

A nova situação era inteiramente diferente, na segunda quinzena de março, quando todos os 577 shopping centers do país foram fechados, seguindo a orientação das autoridades de saúde, de modo a evitar a propagação da covid-19.

Decretos ‘afrouxados’

Somente a partir do final de abril é que os estabelecimentos começaram, lentamente, a abrir suas portas, mediante o ‘afrouxamento’ dos decretos de isolamento social e de quarentena.

Por estados, a reabertura ocorreu em dez estabelecimentos no Amazonas, sete no Espírito Santo, dois na Bahia, um no Distrito Federal e outro no Maranhão.

São Paulo detém a liderança no mercado de shopping centers, com 182 unidades, das quais 54 só na capital paulista – mas ainda inativos.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

Decisão municipal

De acordo com o plano anunciado na semana passada pelo governador João Doria (PSDB), foram flexibilizadas 14 macrorregiões do estado bandeirante, embora a decisão sobre o ‘que’ e ‘quando’ será reaberto cabe, em último caso, aos prefeitos.

Protocolos atendidos

Para que a reabertura comercial tenha validade, é preciso que a medida atenda aos protocolos de segurança e higiene validados pelo plano do governo estadual.

Planilha de ações: baixe e faça sua análise para investir