Fleury (FLRY3) e BR Properties (BRPR3) pagam JCP; Sinqia (SQIA3) anuncia aporte

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Reprodução

O Grupo Fleury (FLRY3) informou que ajustou o pagamento de JCP (juros sobre capital próprio) por ação para R$ 0,234 (valor bruto).

O valor da distribuição será de R$ 74.469.903,79, com base acionária em 6 de janeiro de 2021.  Assim, as ações da empresa serão negociadas na condição “ex” juros sobre o capital próprio a partir de 7 de janeiro de 2021.

O pagamento aos acionistas da Fleury será feito em 5 de março de 2021.

Análises e Resumos do mercado financeiro com leituras de 5 minutos. Conheça a EQI HOJE

Segundo a Fleury, os juros sobre o capital próprio, líquidos do imposto de renda retido na fonte, serão imputados ao dividendo obrigatório relativos ao exercício de 2020.

 

BR Properties (BRPR3) paga dividendos e JCP

A BR Properties (BRPR3) anunciou que pagará dividendos e JCP (juros sobre capital próprio) em 13 de janeiro de 2021.

O pagamento de juros é sobre as 2ª, 3ª, 4ª e 5ª Séries da Emissão Pública de Debêntures Simples, Não Conversível em Ações, da Espécie com Garantia Real, da Décima Segunda Emissão da BR Properties S.A.

 

Sinqia (SQIA3) anuncia programa de inovação e aporte de R$ 50 mi em startups

A Sinqia (SQIA3) anunciou nesta terça-feira (12) o lançamento oficial do Torq Ventures, programa de corporate venture capital com o objetivo de promover a execução da estratégia de open innovation da empresa.

Segundo a Sinqia, a Torq realizará investimentos em start-ups que detenham tecnologias inovadoras e desenvolvam teses de negócio conectadas com o futuro dos serviços financeiros.

São exemplos as teses de Banking as a Service, Open  Banking, Artificial Intelligence e Integration Platforms, entre outras.

Serão reservados para o programa inicialmente até R$ 50.000.000 ao longo dos próximos 5 anos. Este valor será para investimentos indiretos e para investimentos diretos por meio de aquisições de participações minoritárias na start-up.

 

MGI informa sobre remuneração

A Minas Gerais Participações, MGI, anunciou que pagará a 11ª parcela de remuneração, e a 4ª parcela de amortização referente à 5ª emissão pública de debêntures simples, emitidas em novembro de 2015.

O valor total referente ao MMGP15 é de R$39.582.663,82. Assim, deste montante, R$ 24.076.000,00 são referentes a amortização e R$ 15.506.663,82 são referentes a juros.

A partir de 12 de janeiro de 2021, as debêntures da quinta emissão serão ex-juros.