FIP: Fundo de Investimento em Participação

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Photo by Helloquence on Unsplash

O que é FIP?

FIP sigla usada para definir Fundos de Investimento em Participação. Foram desenvolvidos para investir de forma dinâmica. São feitos por meio de compra de participações em empresas ou empreendimentos determinados. Estes fundos são formados como condomínio fechado.

Os proventos mediante sua administração são encaminhados à aquisição de ações, debêntures, bônus de subscrição, ou outros valores mobiliários conversíveis ou permutáveis em ações de emissão de companhias, abertas ou fechadas, emissoras de valores mobiliárias, participando do processo decisório da companhia investida.

As aplicações em fundos de investimentos em participação, é vedado a investidores com menos de R$ 1 milhão em aplicações financeiras. São fundos destinados a investidores qualificados e administradores de carteira aprovados pela CVM.

O fundo tem como predominância a participação efetiva nas organizações e projetos que investe. Também defini a gestão e política estratégica, por meio dos membros do Conselho de Administração.

Grande parte dos FIPs são investidos em empresas fechadas, exercendo a Private Equity. Private Equity, é atividade de investimentos em organizações existentes, mas que precisam de capital para evolução do seu negócio.

A diversificação para alocação do capital é grande, mas geralmente são investidos em organizações que podem trazer um retorno em detrimento aos riscos. Várias são as características dos fundos de investimento em participação, mas uma delas é a baixa liquidez.

Mensalmente a Anbina reúne o comitê com o objetivo de promover melhorias. O comitê compete a administradores e gestores dos Fundos de Investimentos em Participação e Fundo de Investimento em Empresas Emergentes. São responsáveis por melhorias na regulamentação oficial, voluntaria e adoção de melhores práticas.

Vantagens

O investidor possui participação no crescimento dos negócios da empresa;

Possibilidade retornos elevados porque esse tipo de fundo busca negócios com alto potencial de crescimento;

Além disso, o fundo participa ativamente da gestão das operações da empresa.

A maior desvantagem dos FIPs é a carência que varia de 3 a 8 anos. Mediante isso, é indicado ao investidor que deseja obter retornos a longo prazo.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374