Fundos imobiliários: confira os FIIs recomendados para outubro

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 7 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Divulgação

As recomendações de Fundos Imobiliários (FIIs) das instituições para este mês de outubro são puxadas novamente pelos fundos CSHG Real (HGRE11), BTG Pactual Fundos de Fundos (BCFF11) e BTG Logística (BTLG11), todos com quatro citações, dentre seis carteiras analisadas.

Os fundos apareceram em carteiras recomendadas de Mirae, Nova Futura, Guide, BTG Pactual, Ativa e Terra Investimentos.

Em setembro, os mesmos fundos estavam entre os mais recomendados para o mês.

Confira principais Ações para investir em Outubro

Outros nomes que se repetiram entre as casas em outubro foram Kinea Rendimentos (KNCR11) e BC Fund (BRCR11).

CSHG Real (HGRE11)

A Guide Investimentos acredita que os ativos do HGRE11 são ideais para se posicionar no segmento de lajes corporativas.

Isso porque, esse fundo possui majoritariamente edifícios classificados com A+, que historicamente apresentam características mais defensivas em momentos de crise.

O HGRE11 possui atualmente 22 edifícios, destacando-se especialmente pela alta concentração de ativos em regiões premium de São Paulo, como Faria Lima, Berrini, Chucri Zaidan.

A Ativa Investimentos também destaca a boa localização e diversificação deste fundo imobiliário.

Além disso, segundo a Guide, o fundo apresenta um desconto bastante relevante (VM/VP ~0,91x).

BTG Pactual Fundos de Fundos (BCFF11)

O BCFF11 é um dos fundos de fundos mais bem capitalizados do segmento, aproximadamente R$ 300 milhões em caixa.

Conforme a Guide, isso permite ao fundo surfar oportunidades pontuais geradas por oscilações de mercado, ou participar de ofertas restritas.

Além disso, a corretora destaca a excelente liquidez do fundo, tendo peso relevante no IFIX.  O fundo conta com mais de 210 mil cotistas e gestão altamente experiente e qualificada com bom histórico de alocações e rentabilidade, diz a Guide.

Em relatório, o BTG Pactual, destacou outro ponto positivo do fundo BCFF, que é acesso a ofertas restritas (CVM 476).

BTG Logística (BTLG11)

O BTLG11 é um fundo logístico, que possui 6 imóveis alugados para 6 empresas diferentes.

Segundo a Guide, o segmento logístico tem apresentado o perfil mais defensivo entre os segmentos imobiliários.

“Acreditamos nos fundamentos do setor e gostamos da resiliência que tem apresentado”, reforça.

A Guide enxerga o BTLG11 como o melhor nome para se estar posicionado, visto seu amplo pipeline de aquisições.

“Grande parte dos contratos são atípicos de longo prazo e apresenta qualidade nos locatários, além da diversificação de setores da indústria”, explica a Ativa Investimentos.

O BTG Pactual afirmou que sua recomendação de compra o BTLG11 é pautada nos seguintes pilares: portfólio diversificado em diversas regiões, com maior exposição à São Paulo; carteira de locatários pulverizada; grande exposição à contratos atípicos; e boa liquidez.

Fundos Imobiliários: perspectivas para outubro

Em outubro, a Guide acredita que a demanda por fundos de CRI deve voltar ao radar dos investidores, influenciado por recentes dados do banco central que indicam uma provável retomada da inflação. Nesse sentido, fundos com maior exposição a indexadores de inflação, especialmente IGP-M, devem ser os maiores beneficiados.

“Além disso, devemos ver continuidade no processo de retomada das atividades presenciais, aliviando o sentimento de cautela dos investidores quanto a lajes corporativas, que já começaram a demonstrar sinais mais expressivos de recuperação”, escreveu a Guide.

Já o BTG disse que continua otimista com o mercado imobiliário apesar do cenário desafiador de curto prazo, uma vez que as taxas de juros estão em seu menor patamar histórico, tornando o investimento em Fundos Imobiliários atrativo.

“No curto prazo, vemos que a crise afetou principalmente as distribuições de proventos, devido a uma menor atividade da economia, mas que, dada a precificação atual dos ativos, acreditamos ser uma boa oportunidade de comprar fundos de qualidade por um preço abaixo do valor patrimonial.”

O BTG destaca que o setor imobiliário tende a apresentar uma boa performance nos próximos anos, com valorização no valor dos ativos.

Por outro lado, a Guide chama a atenção para o risco elevado de discussões do âmbito econômico com impacto fiscal negativo trazerem volatilidade exacerbada para a curva de juros futuros, como aconteceu na última semana do mês.

FIIs: carteiras recomendadas para outubro

Aqui você confere as seis carteiras para outubro, das casas de investimentos analisadas:

BTG

XPML11, HSML11, RBRR11, BTCR11, KNCR11, CPTS11, XPLG11, BTLG11, RBRP11, KNRI11, BRCR11, RCRB11 e BCFF11.

Mirae

XPML11, HGLG11, BTLG11, VISC11 e BCFF11.

Nova Futura

HGRE11, BCFF11, BRCR11 e KNR11.

Guide Investimentos

BRCR11, BTLG11, HGCR11, HGRE11, OUFF11, RBIV11, RBRR11, TRXF11, VISC11 e XPLG11.

Ativa Investimentos

RBED11, IBFF11, VGIP11, BTLG11, HGRU11, HGRE11, TGAR11, DOMC11, JSRE11, RECR11, TRXF11 e RBRP11.

Terra Investimentos

KNCR11, HGRE11, TGAR11, BCFF11 e HGLG11.