FII: IRDM11 quer captar R$ 341 mi; BBVJ11 pode trocar administradora

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O fundo imobiliário Iridium Recebiveis Imobiliários (IRDM11) pode captar até R$ 341,8 milhões na 7ª emissão de cotas do FII.

De acordo com a Administradora do fundo, serão emitidas até 3.531.901 de novas cotas, com valor unitário de emissão de R$ 96,79.

A proposta será levada à consulta aos acionistas e o resultado apurado será divulgado até o dia 14 de julho de 2020.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a soluções customizadas de acordo com seu perfil

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

A oferta será realizada com esforços restritos de distribuição.

O fator de proporção para subscrição de novas cotas é equivalente a 0,4432551603.

Os recursos captados pelo FII serão destinados à aquisição de ativos imobiliários, conforme a política de investimento do fundo.

A XP Investimentos será a coordenadora líder da oferta.

BB Votorantim Cidade Jardim Continental Tower (BBVJ11)

O FII Cidade Jardim Continental convocou assembleia de cotistas para votar sobre a mudança de administradora e gestora.

A assembleia acontecerá no dia 23 de junho de 2020.

De acordo com o comunicado, administração e gestão do fundo passaria a serem executadas pela Hedge Investments
Distribuidora de Títulos e pela Hedge Investments Real Estate.

Infra Real State (FINF11)

No dia 14 de maio de 2020, os cotistas aprovaram a substituição da prestadora dos serviços de Administração, Escrituração, Custódia e Controladoria, Planner Corretora de Valores pela Planner Trustee.

De acordo com a Administradora do FII, a transferência dos serviços de escrituração ficou agendada para o fechamento do dia 08 de junho de 2020.

Até a presente data, o cadastro da Administradora junto à B3 segue em andamento, visando assumir a função de escrituradora de fundos de investimento imobiliários.

FII Quasar Agro (QAGR11)

O fundo desenquadrou sua carteira com relação ao limite máximo por emissor e ao limite por modalidade financeira, devido à sua exposição em determinado fundo de renda fixa.

O plano de ação para reenquadramento da carteira consiste na redução da exposição do fundo ao fundo de renda fixa por meio do resgate de suas cotas e aplicação dos recursos obtidos em títulos públicos, para gestão de caixa e liquidez do fundo.

A Quasar assinou proposta de aquisição de 03 estruturas de armazenagem no montante de até R$ 98 milhões.

As unidades estão localizadas em Nova Ponte (MG), com 110.000 toneladas de capacidade estática; em Uberlândia (MG) com 130.000 toneladas de capacidade estática; e em Jataí (GO) com 60.000 toneladas de capacidade estática.

De acordo com o FII, as instalações estão atualmente locadas para a BRF que permanecerá como locatária de todas.

Na semana passada, o fundo informou a aquisição de 4 centros de recebimento de grãos. O valor pago foi de R$ 49,7 milhões.

De acordo com o fundo, as unidades estão localizados nos municípios de Francisco Beltrão, Medianeira e Pato Branco, municípios do estado do Paraná e um localizado no município de Campo Erê, estado de Santa Catarina.

Os ativos foram locados para BRF empresa dedicada, dentre outras atividades, à produção e comercialização de alimentos industrializados.

Vinci Shopping Centers (VISC11)

O FII Vinci Shopping Center informou a reabertura do shopping Pátio Belém, no dia 06 de junho de 2020, e o Iguatemi Fortaleza, que retomará suas atividades a partir da data de hoje (08).

Atualmente, o fundo tem 5 shoppings de seu portfólio em funcionamento, que representam 53% da receita imobiliária esperada.

Conforme o fundo, os shoppings estão funcionando em horário reduzido e seguem rígido protocolo de reabertura.