FII: IFIX fecha em baixa de 0,67% puxado por BBPO11 e BBRC11

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Unsplash

Nesta quarta-feira (8) o IFIX seguiu, pelo terceiro dia consecutivo, em viés de baixa.

Desse modo, no fechamento do pregão, o índice de FIIs fechou em queda de 0,67%, aos 2.779,58 pontos.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Na mínima do dia, o IFIX registrou 2.771,68 pontos, já na máxima, atingiu os 2.798,81 pontos.

Para julho, o índice acumula uma desvalorização de 0,95%. No ano a queda é de 12,86%.

Maiores altas

Entre os Fundos Imobiliários com as maiores altas para hoje estavam: TRX Edifícios Corporativos (XTED11), Cidade Jardim Continental Tower (BBVJ11), Brazilian GraveyardDeath (CARE11), SP Downtown (SPTW11) e The One (ONEF11).

Por outro lado, as maiores quedas da carteira estiveram nos seguintes fundos: BB Progressivo II (BBPO11), BB Renda Corporativa (BBRC11), Green Towers (GTWR11), Rio Bravo Renda Varejo (RBVA11) e BB Progressivo (BBFI11B).

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.

Veja o gráfico do dia

FII: Maiores Altas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
XTED119,255,35%
BBVJ1161,435,01%
CARE110,744,23%
SPTW1177,773,56%
ONEF11153,003,34%

FII: Maiores Baixas

Empresa (ticker)PreçoOscilação
BBPO11148,75-7,03%
BBRC11150,00-6,29%
GTWR11114,01-4,83%
RBVA11138,60-4,08%
BBFI11B2.540,00-3,61%

IFIX versus ações

Criado pela Bolsa brasileira, o IFIX tem por objetivo medir a performance de uma carteira.

Trata-se de uma composição de cotas de Fundos Imobiliários que são listados para negociação nos ambientes administrados pela bolsa. Entretanto, esse indicador costuma variar bem menos que o próprio Ibovespa.

Em comparação à bolsa, nesta quarta-feira, o conjunto de fundos de investimentos imobiliários registrou uma forte desvalorização frente ao principal índice da bolsa, que subiu 2,06%.

Veja a movimentação de fundos

O BB Progressivo II (BBPO11) chegou a cair 10% nesta quarta-feira (8) após o Banco do Brasil anunciar que vai devolver 19 de 35 edifícios de escritórios.

Assim sendo, restarão 16 grandes edifícios corporativos espalhados em algumas cidades pelo país.

“Vamos nos concentrar nas lajes de maior porte, que permitem uma aplicação maior do escritório de conceito aberto”, explica Ribeiro Neto.

Apostando no home office para o longo prazo, 38% dos espaços preenchidos atualmente, equivalentes a 290 mil metros quadrados, serão devolvidos.

No dia, o BBPO11 fechou cotado em queda de 7%.

Malls Brasil Plural (MALL11) comunica fechamento

Do mesmo modo, a gestora do FII Malls Brasil Plural (MALL11) comunicou na noite de ontem (7) que as atividades do Boulevard Shopping Feira, em Feira de Santana (BA), foram suspensas a partir de 06 de julho de 2020.

Será permitido, no entanto, o funcionamento de serviços básicos de atendimento como supermercado e farmácias. Bem como lotérica, correios, clínicas e algumas operações de delivery, ainda que em horário reduzido.

Bresco Logística (BRCO11) comunica rescisão antecipada

A administradora do Bresco Logística (BRCO11) comunicou que recebeu na terça-feira (7), notificação da locatária Bignardi com a intenção de rescindir antecipadamente o Contrato de locação de imóvel.

O contrato, celebrado em 02 de setembro de 2015, tinha por objeto a locação de 14.251,26m² do Bresco Itupeva Parque Corporativo, localizado na Cidade de Itupeva, Estado de São Paulo.

De acordo com a administradora do fundo, a locação representa 3,4% da receita mensal de locação do Fundo.

A entrega do imóvel está prevista para o final de agosto/2020.

No comunicado, foi informado ainda que a gestora do fundo se encontra em tratativas com terceiros para a locação de referida área.