FII: após paralisações, ofertas começam a ser retomadas

Marcia Furlan
Jornalista com mais de 30 anos de experiência. Trabalhou na Editora Abril e Agência Estado, do Grupo Estado, como repórter e editora de Economia, Política, Negócios e Mercado de Capitais. Possui MBA em Mercado de Derivativos pela FIA.
1

Passada a fase mais aguda da crise causada pela pandemia do coronavírus, quando praticamente desapareceram, as ofertas dos Fundos de Investimento Imobiliário (FII) começaram a se recuperar em maio.

Pelo menos três novas emissões de cotas foram anunciadas em maio, no valor total de pouco mais de R$ 950 milhões: XP Log (XPLG11), Kinea Fundo de Fundos (KFOF11) e Campos Faria Lima (FCFL11).

As ofertas de novas cotas ou mesmo as primeiras emissões tinham quase desaparecido entre março e abril em razão do Covid-19, que derrubou os preços e penalizou os rendimentos, levando alguns gestores a até suspenderem o pagamento de proventos em razão da queda de receita.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

Oportunidades

De acordo com o assessor de investimentos da EQI, André Arantes, o movimento recomeçou tímido com o sucesso da oferta do Vinci Instrumentos Financeiros (VIFI11) encerrada na semana passada, mas deve acelerar ao longo do ano com a diminuição das incertezas.

Em termos de valores, a oferta não era muito relevante , em comparação às realizadas comumente, mas superou a captação prevista, que era de R$ 120 milhões.

Gestores de fundos têm observado que o momento é positivo em relação a oportunidades de compra, melhor do que antes da crise, porque há imóveis disponíveis no mercado por preços atrativos.

Empresas e famílias estão se desfazendo de ativos imobilizados para fazer caixa.

“Embora pareça um contrassenso, a hora boa da compra é no desespero, as galinhas mortas estão postas e é hora de aproveitar”, comparou Arantes.

No momento nove FIIs estão com períodos de reserva em aberto. Sete são ofertas subsequentes e dois estão em sua primeira emissão.

FII: próximas ofertas

Na semana que vem, encerra-se o período de reserva de dois FIIs. São ofertas que somam aproximadamente R$ 513 milhões.

Um deles é o XP Log (XPLG11), que está em sua quarta emissão e pretende levantar R$ 500 milhões. Cada uma sairá por R$ 109,33. O prazo para reserva acaba na terça-feira (9).

Como o próprio nome diz, o XPLG11 atua no segmento de logística, que entrou em evidência durante a crise recente que ampliou o potencial do e-commerce, em detrimento de outros segmentos, como de shoppings centers.

São 11 ativos sob sua gestão, distribuídos por cinco Estados.

Com patrimônio líquido de R$ 1,67 bilhão, o fundo tem um dividend yield de 0,47% e o último rendimento foi de R$ 0,54 por cota.

Fonte: reprodução site fiis.com.br

Outra oferta é a do Campus Faria Lima (FCFL11), cujo período de reserva termina na quarta-feira (10). O total de captação pode chegar a R$ 13,1 milhões, com cotas no valor de R$ 98,50 cada.

O foco do FLCL11, que tem patrimônio líquido de R$ 354,36 milhões, é no ramo educacional, do tipo “tijolo”, e tem como ativo a unidade do Insper – Instituto de Ensino, localizada na Vila Olímpia. O dividend yield deste fundo é de 0,47%. O último rendimento pago em maio foi de R$ 0,50 por cota.

Fonte: reprodução site fiis.com.br

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos