FII: cotas do Vinci IF passam a ser negociadas na B3 (B3SA3)

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Vinci Instrumentos Financeiros é um novo fundo de investimento imobiliário (FII) a ter suas cotas negociadas na B3 (B3SA3) a partir desta quarta-feira (10). No pregão, o nome é FII VINCI IF, com código de operação VIFI11. O lote-padrão é de uma cota e o valor é em reais por unidade.

A administração é da BRL Trust Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários.

Segundo informa a B3, na 2ª emissão de cotas, encerrada em 4 de junho, foram subscritas 1.340.562 cotas, ao preço de R$ 96,17 cada uma, de modo que o valor total da oferta ficou em R$ 128.921.847,54.

“A partir de 10 de junho de 2020, as 1.340.562 cotas integralizadas no âmbito da 2ª Emissão de cotas do Fundo, além das 1.471.778 cotas do Fundo emitidas anteriormente à 2ª Emissão de cotas do Fundo, passarão a ser negociadas em mercado de bolsa administrado pela B3 –
Brasil, Bolsa, Balcão – sob o ticker VIFI11”, informa a nota do fundo.

Há cerca de 570 fundos de investimento imobiliário registrados na Comissão de Valores Imobiliários (CVM). Na bolsa de valores, entretanto, são cerca de 220 os que são negociados.

O FII VINCI IF

O objetivo do FII VINCI IF é a obtenção de renda, mediante a aplicação de recursos correspondentes, a, no mínimo, 67% do seu patrimônio líquido em oito modalidades.

A aplicação vai em cotas de fundos de investimento imobiliário; Letras de Crédito Imobiliário (LCI); Letras Imobiliárias Garantidas (LIG); Letras Hipotecárias (LH); debêntures, desde que se trate de emissores devidamente autorizadas e cujas atividades preponderantes sejam permitidas aos fundos de investimento imobiliário; cotas de fundos de investimento em direitos creditórios (FIDC), que tenham como política de investimento, exclusivamente, atividades permitidas aos fundos de investimento imobiliário; Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI); e outros ativos financeiros, títulos e valores mobiliários.

O fundo é destinado à investidores em geral e possui gestão ativa. Possui prazo de duração indeterminado.

O IPO foi realizado em 21 de fevereiro deste ano.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo.