FII: BTLG11, ARCT11, BARI11 e GCFF11 farão emissões de R$ 860 milhões

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

O BTG Pactual, administrador do fundo de investimento imobiliário (FII) BTG Pactual Logística (BTLG11), informou a abertura de nova emissão de cotas.

Desse modo, a 9ª emissão será de inicialmente 5 milhões de cotas, por meio das quais o FII pretende levantar o montante de até R$ 500 milhões.

O preço de aquisição por cota da 9ª emissão foi definido em R$ 100 cada, acrescido do custo unitário de distribuição no valor de R$ 3,50.

Baixe planilha que irá te ajudar a analisar Fundos Imobiliários.

Segundo o comunicado, os recursos captados serão utilizados na medida em que o administrador identifique e negocie ativos imobiliários para integrar o patrimônio do fundo que obedeçam à sua política de investimentos, e estejam alinhados com as estratégias definidas pela Gestora e pelo Administrador como mais vantajosas para o fundo.

O BTLG11 é um fundo imobiliário do tipo tijolo, ou seja, seus investimentos são direcionados sobretudo a empreendimentos imobiliários físicos. Atualmente, o fundo possui exclusividade para a negociação ou está em processo de diligência, de 6 imóveis.

ARCT11 anuncia 3ª emissão com 100 mil cotas

O BTG Pactual, na qualidade de administrador do FII Riza Arctium Real Estate (ARCT11), comunicou ao mercado a abertura da 3ª emissão de cotas.

Desse modo, com a nova emissão serão lançadas 100 mil cotas, podendo tal montante ser reduzido em razão da distribuição parcial ou aumentado em razão da distribuição das cotas adicionais.

O preço de aquisição por cota da 3ª emissão foi definido em R$ 1 mil, assim sendo, o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 100 milhões.

Segundo o comunicado, os recursos líquidos captados serão destinados à aquisição de imóveis, nos termos dos documentos da oferta restrita.

Os cotistas que tiverem interesse em exercer o direito de preferência deverão se manifestar no período entre os dias 10 de setembro de 2020 a 22 de setembro de 2020, inclusive, na B3.

O BTG informou ainda que a oferta restrita é destinada exclusivamente a investidores profissionais.

O ARCT11 é um fundo imobiliário do segmento tijolo, tipo galpões. Desse modo, o fundo tem como objetivo comprar imóveis operacionais de empresas, preferencialmente industriais, e alugá-los.

GCFF11 comunica 2ª emissão de até 600 mil cotas

O BTG Pactual, administrador do FII Galápagos Fundo de Fundos (GCFF11), informou sobre a abertura de nova emissão de cotas do fundo.

Assim sendo, a 2ª emissão será de até 600 mil cotas, ao preço de emissão de R$ 100 por cota, totalizando o montante de até R$ 60 milhões.

O prospecto definitivo será disponibilizado para consulta após a obtenção do registro da oferta na CVM, informou o BTG.

O GCFF11 é um fundo imobiliário cujo objetivo é proporcionar rentabilidade aos seus cotistas através da aquisição, primordialmente, em cotas de outros fundos de investimento imobiliário por meio de: Certificados de Recebíveis Imobiliários; Letras Hipotecárias; Letras de Crédito Imobiliário; Letras Imobiliárias Garantidas; e demais títulos e valores mobiliários que sejam ou venham a ser permitidos pela legislação ou regulamentação aplicável.

BARI11 comunica 3ª emissão com 2 milhões de cotas

A Oliveira Trust, administradora do FII Barigui Rendimentos Imobiliários (BARI11), comunicou a abertura de nova emissão de cotas, por meio das quais o FII pretende levantar o montante inicial de R$ 200 milhões.

A 3ª emissão será de 2 milhões de cotas, no entanto, a quantidade de novas cotas ofertada poderá ser acrescida em até 20%, ou seja, em até 400 mil cotas, correspondente a até R$ 40 milhões.

O preço de aquisição por cota da 3ª emissão foi definido em R$ 100,00.

Segundo o comunicado, fica assegurado aos cotistas detentores de cotas na data de anúncio de início da oferta, o direito de preferência para a subscrição das novas cotas, equivalente a 0,89517861275.

O administrador ressalta que a oferta ainda não foi registrada na B3, de modo que o comunicado tem como único objetivo divulgar a aprovação da oferta e dar conhecimento aos cotistas sobre o exercício do direito de preferência.

O BARI11 é um fundo imobiliário do tipo papel, desse modo, seus investimentos são destinados sobretudo a aplicações em títulos e valores mobiliários.

Consulte nossa Planilha de Fundos Imobiliários