FII Brazil Estate Victory I (BREV11) rejeita emissão de novas cotas

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Unsplash

Os cotistas do fundo imobiliário Brazil Real Estate Victory Fund I (BREV11) rejeitaram a emissão de novas cotas em assembleia geral extraordinária (AGE), nesta quarta-feira (19).

A proposta previa a emissão de até 1.205.630 cotas, no valor unitário de 102,8424, o equivalente a R$ 124 milhões. Com o custo de distribuição primária de R$ 4,7318, o desembolso por cota seria de R$ 107,5742.

Segundo comunicado, a proposta foi rejeitada por 76,791% dos votos recebidos.

Na assembleia, também foi rejeitada por 96,052% dos votos recebidos, a emissão de R$ 700 milhões em novas cotas, sem a necessidade de autorização préveia por assembleia geral.

De acordo com o comunicado, “os representantes dos cotistas dos fundos de fundos, que detém a maioria das cotas do fundo, indicaram a fundamentação dos seus votos sob a consideração de que o fundo ainda não está com um portfólio robusto para a realização de oferta pública”.

Sendo assim, será convocada nova AGE para tratar sob o aumento de capital do fii para que os cotistas deliberem sobre elevar o capital para ganhar robustez e, posteriormente realizar a oferta pública.

Na próxima reunião, será deliberado sobre o valor da emissão até , o preço unitário das novas cotas, aplicação dos recursos obtidos para reforço do portfólio.

A nova assembleia será realizada no dia 09 de março.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374