FII: ALZR11 e SDIL11 comunicam aquisição de imóveis

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.

Crédito: Pixabay

O FII Alianza Trust Renda Imobiliária (ALZR11), comunicou a aquisição de imóvel comercial localizado na cidade de São Paulo (SP), com aproximadamente 15.000 m² de área de terreno e 8.792 m² de área construída.

Segundo o Fundo, a compra foi realizada pelo valor de R$ 71,1 milhões.

Atualmente no imóvel funciona uma loja de artigos esportivos da Decathlon, de modo que o Fundo celebrará com a loja um contrato de locação atípical, com o prazo mínimo de 10 anos, em uma operação denominada “Sale&Leaseback”.

Baixe planilha que irá te ajudar a analisar Fundos Imobiliários.

SDIL11 adquire imóvel em São Paulo

A Rio Bravo, na qualidade de administradora do FII SDI Rio Bravo Renda Logística (SDIL11), informou que celebrou, em 09 de setembro, a escritura definitiva de compra e venda mediante o pagamento da parcela remanescente de R$ 15,4 milhões referente à aquisição de empreendimento localizado em Guarulhos, São Paulo.

A aquisição tem valor total de R$ 36,3 milhões, sendo que toda a receita de locação do empreendimento é recebida pelo Fundo desde a data de 05 de junho de 2020.

O Imóvel possui área bruta locável de 22.825 m² e está localizado em uma região central de Guarulhos.

Além disso, atualmente se encontra totalmente locado para duas empresas: Laboratórios Stiefel, com contrato de locação atípico na modalidade Sale-Lease-Back e AlmaViva, multinacional do segmento de tecnologia de informação e comunicação, com contrato de locação na modalidade típica e vencimento em junho de 2023.

DRIT11B prorroga contrato de locação

O FII Multigestão Renda Comercial (DRIT11B) informou que assinou o primeiro aditamento ao instrumento particular de locação de imóvel, celebrado com a locatária Kovi Tecnologia.

Em virtude da assinatura do referido aditamento, as partes formalizaram, dentre outras condições, o prazo de vigência de 120 meses da locação, com início em 27 de julho de 2020.

A Locatária representará 17,49% da receita imobiliária do Fundo, desse modo, a distribuição de rendimentos será positivamente impactada, em aproximadamente R$ 0,12/cota.

“Salientamos que os incrementos na receita e na distribuição serão progressivos e são uma projeção considerando o aluguel nominal da locatária após o período de carência e desconto vigentes nos próximos 24 meses”, informou a administradora do Fundo em comunicado.

Consulte nossa Planilha de Fundos Imobiliários