Radar FII: veja os destaques de fundos imobiliários desta sexta

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Pixabay

A Rio Bravo, na condição de administradora do fundo de investimento imobiliário (FII), SDI Rio Bravo Renda Logística (SDIL11) comunicou que Fundo realizou a aquisição do Galpão Guarulhos, localizado em São Paulo.

O imóvel encontra-se locado, em parte, para a Laboratórios Stiefel, multinacional do ramo farmacêutico, com contrato de locação atípico e vencimento em dezembro de 2021.

Por decisão interna, a locatária comunicou a opção de realizar o distrato antecipado do contrato e, consequentemente, pagar todos os aluguéis remanescentes a título de multa de rescisão.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

“Por ser um contrato atípico, a multa de rescisão é equivalente a todo o fluxo de locação até o seu vencimento, portanto não haverá qualquer impacto financeiro no Fundo por parte desta antecipação”, informou a Rio Bravo.

A saída da Locatária, que já era prevista para o final de 2021, foi antecipada em aproximadamente 14 meses.

RBRS11 adquire imóvel residencial

O FII Rio Bravo Renda Residencial (RBRS11) assinou compromisso de aquisição de 259 unidades residenciais, ou 99,2% da torre residencial, objeto de incorporação imobiliária localizado no Paraíso, São Paulo/SP.

O Imóvel, com área privativa de 9.129 m², será desenvolvido pela Cyma Desenvolvimento Imobiliário. A referida empresa pertence ao grupo Cyrela, sendo a entrega do empreendimento prevista para o quarto trimestre de 2023.

A aquisição foi realizada pelo montante de R$ 103,28 milhões.

O dividend yield do investidor estimado para a operação de locação é de 7,3% a.a.

Com a aquisição, o Fundo passa a deter um portfólio de 396 unidades e área privativa de 12.793,38 m².

FII HLOG11 adquire condomínio logístico

O FII Hedge Logística (HLOG11) comunicou a aquisição da totalidade de condomínio logístico localizado em Itupeva, São Paulo.

O imóvel, denominado “Condomínio Viracopos”, se encontra em fase de construção, com entrega prevista para o quarto trimestre de 2021.

O valor da transação é de R$ 340,84 milhões, com um cap rate da operação é estimado em 7,90%.

O vendedor garantirá ao Fundo renda mensal equivalente a 7,90% ao ano sobre os valores desembolsados desde a data do pagamento, por até 12 meses após a entrega da obra.

TEPP11 celebra locação de ativos imobiliários

O Tellus Properties (TEPP11) celebrou a à locação de unidades dos ativos imobiliários integrantes do Fundo.

Desse modo, foi realizado o contrato de locação entre o Fundo e a Borin Administração e Participações. Formalizando desse modo, a locação de 3 conjuntos do Edifício Passarelli.

Além disso, foi celebrado o termo de intenções entre o Fundo e a Neobpo, regrando os termos e condições do contrato de locação de 5 conjuntos, também no Edifício Passarelli.

Dessa forma, os novos contratos impactarão positivamente o Fundo nos próximos meses, gerando um acréscimo de aproximadamente R$ 0,03 por cota na distribuição de rendimentos.

FII: Confira os rendimentos divulgados

MCCI11: R$ 0,6 por cota em 19/11

VGIR11: R$ 0,41 por cota em 19/11

MGHT11: R$ 0,312176954 por cota em 19/11

RBRM11: R$ 3.707,573435415 por cota em 18/11

IRDM11: R$ 1,220548744 por cota em 18/11

IBFF11: R$ 0,48 por cota em 18/11

TORD11: R$ 0,15 por cota em 18/11

IFIX

Na sessão da quinta-feira, 12, o IFIX fechou em queda de 0,19%, aos 2.801,26 pontos.

Em novembro, o índice acumula alta de 1,15%. No ano, a queda é de 12,28%.