Fenabrave: emplacamentos em julho sobem 31,4% ante junho

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução / Carsale UOL

A indústria de veículos vem se recuperando gradativamente da crise. Segundo a Fenabrave, os emplacamentos de veículos novos subiram 31,4% em julho.

Dúvidas sobre como investir? Consulte nosso Simulador de Investimentos

De acordo com os dados divulgados pelo órgão nesta segunda-feira (3), foram emplacadas 174,5 mil unidades entre os dias 1 e 31, ante 132,8 mil realizadas em junho.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Apesar da boa recuperação, o movimento segue abaixo dos números apresentados em julho de 2019, quando foram emplacados 243,6 mil novos veículos – 28,4% a mais do que o mesmo mês em 2020.

Os dados divulgados pela Fenabrave incluem os emplacamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Automóveis e comerciais leves sobem 32,84%

A Fenabrave informou ainda que, levando-se em conta apenas os automóveis e comerciais leves, o desempenho de julho foi ainda melhor.

Consulte os melhores diálogos e insights da Money Week.

No comparativo com o mês anterior, a alta foi de 32,84% nesse segmento, totalizando 163.083 novos emplacamentos, contra 122.765 de junho.

Em relação a julho de 2019, no entanto, a queda segue grande: 29,77%. No mesmo mês do ano passado foram vendidos 232.203 novos veículos e comerciais leves.

Fenabrave aponta queda no total do ano

De acordo com a Fenabrave, foram vendidos nos 7 primeiros meses do ano 983,25 mil veículos novos.

O número é 36,6% inferior ao resultado atingido no mesmo período de 2019.

Na ocasião, foram emplacados 1,551 milhão de veículos zero quilômetro.

Considerando ainda as motos e implementos rodoviários, as vendas somaram no ano até julho 1,504 milhão de veículos, queda de 33,67% em relação a 2019.

Planilha de Açõesbaixe e faça sua análise para investir