Fenabrave afirma que vendas de veículos novos caiu 4,4% em novembro

Fernando Augusto Lopes
null

Crédito: Reprodução / Carsale UOL

A Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Fenabrave) informou nessa segunda-feira, 2, que os emplacamentos de veículos no Brasil recuaram 4,4% em novembro em comparação com outubro. Foram 242,3 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Entretanto, comparando com novembro de 2018, as vendas subiram 4,9%. É um acumulado de 2,525 milhões de unidades, expansão de 8,3% nos doze meses.

A Fenabrave informa ainda que a estimativa para 2019 é que as vendas vão subir 9%, para 2,79 milhões de unidades. A previsão inclui salto de 33,8% nos licenciamentos de caminhões, para 102,26 mil, e de 8% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves, para 2,67 milhões.

O resultado da indústria nacional como um todo teve um acréscimo de 1,3% no faturamento, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Mais números da Fenabrave

Em novembro, as vendas de carros e comerciais leves, segmento que inclui utilitários esportivos e picapes, subiram 4,4% contando os doze últimos meses, chegando a 230,9 mil unidades.

A queda registrada é com relação ao mês imediatamente anterior: 4,2% sobre outubro. O recuo foi atribuído pelo presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, à sequência de feriados em novembro – 2, 15 e 20 de novembro. As vendas de caminhões no mês subiram 18% na comparação anual, mas caíram 3,5% na relação mensal, para 9.162 veículos.

A Fenabrave ainda comemora a média diária de vendas de novembro, que subiu 10% sobre outubro, apesar do mês ter na prática três dias úteis a menos que outubro.

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.