Fenabrave afirma que vendas de veículos novos caiu 4,4% em novembro

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Reprodução / Carsale UOL

A Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Fenabrave) informou nessa segunda-feira, 2, que os emplacamentos de veículos no Brasil recuaram 4,4% em novembro em comparação com outubro. Foram 242,3 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Entretanto, comparando com novembro de 2018, as vendas subiram 4,9%. É um acumulado de 2,525 milhões de unidades, expansão de 8,3% nos doze meses.

A Fenabrave informa ainda que a estimativa para 2019 é que as vendas vão subir 9%, para 2,79 milhões de unidades. A previsão inclui salto de 33,8% nos licenciamentos de caminhões, para 102,26 mil, e de 8% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves, para 2,67 milhões.

O resultado da indústria nacional como um todo teve um acréscimo de 1,3% no faturamento, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Mais números da Fenabrave

Em novembro, as vendas de carros e comerciais leves, segmento que inclui utilitários esportivos e picapes, subiram 4,4% contando os doze últimos meses, chegando a 230,9 mil unidades.

A queda registrada é com relação ao mês imediatamente anterior: 4,2% sobre outubro. O recuo foi atribuído pelo presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, à sequência de feriados em novembro – 2, 15 e 20 de novembro. As vendas de caminhões no mês subiram 18% na comparação anual, mas caíram 3,5% na relação mensal, para 9.162 veículos.

A Fenabrave ainda comemora a média diária de vendas de novembro, que subiu 10% sobre outubro, apesar do mês ter na prática três dias úteis a menos que outubro.