Fed sinaliza redução da compra de títulos em breve

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

O Fed (Federal Reserve, o banco central americano) divulgou nesta quarta-feira (22) decisão do Fomc (Comitê Federal de Mercado Aberto, na sigla em inglês), formado por dirigentes da instituição.

A instituição manteve as taxas de juros de referência perto de zero, mas indicou que os aumentos das taxas podem ocorrer em breve, ao mesmo tempo em que reduz significativamente suas perspectivas econômicas para este ano.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

O Fomc também sinalizou que começará a retirar parte do estímulo que o banco central tem fornecido durante a crise financeira. Não havia nenhuma indicação, entretanto, de quando isso poderia acontecer.

“Se o progresso continuar como esperado, o Comitê julga que uma moderação no ritmo de compras de ativos pode ser necessária em breve”, disse o comunicado.

A maioria dos dirigentes do Fed esperam juros entre 1% e 1,25% em 2023 e 3 dirigentes esperam juro entre 1,5% e 1,75%.

Com relação à inflação, o Fed elevou a projeção da inflação este ano de 3,4% para 4,2% e para 2022, de 2,1% para 2,2%.

De acordo com o comunicado, a inflação está elevada, em grande medida refletindo fatores transitórios.

Para os membros do comitê a inflação ficará moderadamente acima de 2% por um tempo, para atingir média de 2% da meta.

Emprego e atividade econômica

De acordo com a nota, a atividade econômica e o emprego seguiram se fortalecendo com progresso da vacinação contra Covid-19.

Os setores mais afetados pela pandemia melhoraram nos últimos meses, mas a pandemia retarda o progresso.

Dessa forma, segundo o comunicado, fatores relacionados à pandemia parecem continuar a segurar avanço do emprego.

O Fed elevou a projeção de desemprego em 2021 de 4,5% para 4,8% e mantém projeções de 3,8% em 2022 e 3,5% em 2023.

A instituição também reduziu a projeção do PIB em 2021, que passou de 7,0% para 5,9%. Enquanto isso, elevou a projeção de 2022 para 3,8%, antes era de 3,3%.

Reação do mercado

Após à ata do Fed as bolsas em NY ampliaram as altas. O S&P 500 sobe 1,16%, o Nasdaq tem alta 1% e Dow Jones avança 1,31%.

Ibovespa opera aos 113.022,69 pontos, alta de 2,52%.

No câmbio, o dólar ampliou a queda após o comunicado do FED, para R$ 5,2651 (-0,40%).