Fase 1 do acordo comercial com China não elimina incertezas, diz Rosengren do FED

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.

Crédito: Reprodução / Pinterest

Nesta segunda-feira (13), Eric Rosengren, presidente do FED de Boston, disse ser pouco provável que a Fase 1 do acordo comercial entre EUA e China acabe com a incerteza em relação as tarifas que vêm atrapalhando o investimento de capital no país. Com informações da agência de notícias Reuters.

Após falar à Associação de Negócios e Indústria de Connecticut em Hartford, Connecticut, EUA, Rosengren disse “no geral, não acho que o acordo comercial em si tenha realmente eliminado o problema das preocupações comerciais”.

Segundo Rosengren, o acordo não trata com clareza as tarifas e por isso, as companhias provavelmente aguardarão para realizar investimentos mais robustos. Ademais, ele espera que consumo continue forte com mercado de trabalho robusto, crescimento do mercado de ações e avanço da renda pessoal.


Aproveite o atual cenário econômico do Brasil e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Deixe seus dados abaixo e conte com a nossa equipe para lhe ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374