FAO: inflação global dos alimentos fechou 2020 com alta de 3,1%

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução/Internet

A FAO, agência para alimentos e agricultura das Nações Unidas, informou nesta quinta que a inflação do setor fechou 2020 com a maior alta dos últimos 3 anos.

Segundo o relatório divulgado, dezembro foi o sétimo mês consecutivo de alta em todas as principais categorias, com exceção do açúcar. Com isso, o índice alcançou 97,9 pontos em 2020, máxima dos últimos três anos.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

O indicador também fechou a temporada com alta de 3,1% em relação a 2019. Dezembro contribuiu bastante para o cenário, segundo a FAO.

A agência das Nações Unidas informou que, no último mês do ano, a cesta de cereais, oleaginosas, laticínios, carnes e açúcar teve média de 107,5 pontos, contra 105,2 pontos registrados em novembro.

Óleos vegetais e cereais puxam inflação dos alimentos

Segundo a FAO, os preços que mais contribuíram para a inflação dos alimentos em dezembro – e no ano – foram, pela ordem, os óleos vegetais e os cereais.

Os óleos subiram 4,7% na comparação mensal em dezembro, após dispararem mais de 14% em novembro. No ano, o aumento do produto em relação à temporada anterior foi de 19,1%.

Em relação aos cereais, o aumento em dezembro foi menor, de 1,1%, em relação ao mês anterior, enquanto a somatória do ano ficou 6,6% acima dos preços registrados em 2019.

Os laticínios subiram 3,2% em dezembro, mas fecharam o ano com média de preços 1% menor do que em 2019. As carnes, que chegaram a ser vilãs durante o ano, terminaram o mês com aumento de 1,7%, mas encerraram 2020 4,5% mais baratas do que em 2019.

O preço médio do açúcar apresentou queda de 0,6% em dezembro, mas, na somatória do ano, fechou com alta de 1,1% diante dos índices de 2019.

Leia também: Carros: Financiamento de novos e usados cai em 2020, mas B3 vê fôlego

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.