EZTEC (EZTC3): conheça uma das maiores incorporadoras do país

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Com 42 anos de história, a EZTEC é uma das companhias com maior lucratividade entre as empresas de capital aberto do setor de incorporação e construção no Brasil.

Com seu modelo de negócios integrado, a companhia já lançou 157 empreendimentos, totalizando mais de 4,9 milhões de metros quadrados de área construída e em construção e 35.558 unidades.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Desde 2007, a EZTEC lançou um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 1,3 bilhão em empreendimentos comerciais.

A EZTEC S.A. integra o Novo Mercado da B3 e é negociada com o código EZTC3.

Vamos conhecer melhor a empresa?

História da EZTEC

A companhia foi fundada em 1979 por Ernesto, Silvio Ernesto e Flávio Ernesto Zarzur. Naquele período, o setor imobiliário no país estava em alta, o que incentivou a abertura da empresa, com o nome de EZTEC Engenharia Ltda.

O foco da empresa sempre foi a região metropolitana de São Paulo.

Desde a fundação até o início dos anos 2000, a companhia já havia lançado 19 empreendimentos no mercado, atendendo ao público de médio e alto padrão.

A EZTEC Empreendimentos e Participações S/A foi constituída em 31 de julho de 2006 e faz parte do grupo EZTEC, uma holding.

No ano de 2007, a EZTEC realizou seu IPO na bolsa de valores. Com o valor arrecadado com a venda das ações, a companhia não sofreu tanto com a crise de 2008.

Hoje o foco da EZTEC é disponibilizar empreendimentos de médio e alto padrão, bem como construções comerciais e residenciais, englobando todas as faixas de renda do mercado de incorporação de São Paulo.

Negócio da companhia

A EZTEC tem como foco de atuação a região metropolitana de São Paulo, que reúne quase 20 milhões de habitantes e concentra 5 dos 15 maiores PIBs nacionais.

A empresa tem como projeto permanecer na região e não expandir sua atuação para outros estados.

“Expandir sua participação para outros estados demanda uma descentralização da operação e um incremento nas despesas administrativas, sem a contrapartida dos resultados obtidos em São Paulo, o que não é o planejamento atual da companhia”, afirma.

A EZTEC destaca que a cultura local, a concentração de grandes empresas, o crescimento econômico, o volume financeiro e o desenvolvimento profissional constante na região criaram um ciclo de demanda imobiliária recorrente nos últimos anos.

Dessa forma, as incorporadoras com terrenos localizados em regiões que traduzam as expectativas da população e com produtos adequados têm obtido sucesso de vendas.

Já o pacote habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, lançado pelo governo federal em 2009, promoveu incentivos em diversos segmentos do setor imobiliário.

Para a EZTEC especificamente, promoveu o aumento do limite do valor do imóvel para o uso do SFH (Sistema de Financiamento Habitacional) e do FGTS de R$ 350 mil para R$ 500 mil; a diminuição da alíquota consolidada de imposto (IR, CSLL, PIS e COFINS) para empresas que utilizam patrimônio de afetação de 7% para 6%;  e os incentivos para aquisição de unidades no valor de até R$ 130mil. A EZTEC comercializa unidades a partir de R$ 90mil.

Sem IPO da EZ INC

Em fevereiro deste ano a EZTEC protocolou na CVM um pedido para abertura de capital de seu braço de imóveis comerciais, a EZ INC Incorporações Comerciais. Mas o pedido foi posteriormente suspenso devido às condições adversas do mercado.

Criada em 2019, a EZ INC queria aproveitar taxa baixa de juros e inflação controlada para expandir sua atuação. O objetivo era adquirir mais terrenos, desenvolver torres corporativas e começar a atuar com galpões logísticos de alto padrão.

Em 2020, a EZTEC transferiu seus ativos de incorporação comercial à EZ INC.

Resultados do 3TRI21

A EZTEC (EZTC3) registrou lucro líquido de R$ 145,2 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3TRI21), crescimento de 20,8% na comparação com igual período de 2020.

A empresa reportou Ebitda  20,2% maior no 3TRI21 no comparativo anual.

O indicador saltou de R$ 99 milhões para R$ 119,1 milhões.

Já a margem Ebitda saltou de 36% para 40%.

A receita líquida da empresa teve alta de 9,5% no 3TRI21. Assim, o indicador passou de R$  272 milhões para R$ 297,7 milhões.

O lucro bruto somou R$ 150,2 milhões no terceiro trimestre de 2021. Enquanto a margem bruta atingiu 50,5% no 3T21.

Fatores de risco

Antes de tomar uma decisão de investimento, os potenciais investidores devem considerar cuidadosamente todas as informações, incluindo os potenciais riscos. Os riscos descritos abaixo são aqueles conhecidos pela EZTEC e que acredita-se podem afetar de maneira relevante a companhia.

  • Riscos Macroeconômicos: o governo federal exerce influência significativa sobre a economia brasileira. Essa influência, bem como a conjuntura econômica e política brasileira, poderá vir a causar um efeito adverso relevante nas atividades da companhia e no preço de mercado das suas ações ordinárias. A inflação e as medidas do governo federal para combatê-la podem contribuir de maneira significativa para a incerteza econômica no Brasil, na condição financeira da EZTEC, nos seus resultados operacionais ou afetar adversamente o preço das suas ações ordinárias. A volatilidade nas taxas de câmbio do real em relação ao dólar poderá afetar adversamente a situação financeira da Companhia e os seus resultados operacionais.
  • Riscos Relacionados ao Setor Imobiliário: a companhia está exposta a riscos associados à incorporação imobiliária, construção e venda de imóveis. As atividades da EZTEC estão sujeitas a extensa regulamentação, o que pode vir a aumentar o seu custo e limitar o seu desenvolvimento ou de outra forma afetar adversamente as suas atividades.
  • Riscos Relacionados à EZTEC: a EZTEC é uma empresa cujos resultados dependem dos resultados das suas controladas, coligadas, parcerias e consórcios, os quais a companhia não pode assegurar que lhe serão disponibilizados. Parte substancial do VGV futuro da EZTEC está atualmente concentrada em um número limitado de projetos imobiliários de uso misto. A companhia está sujeita a riscos normalmente associados à concessão de financiamentos.

Composição acionária

A composição acionária da empresa é bem diluída, mas principalmente entre a EZ Participações. Outros investidores possuem 45,30% do total de ações da empresa.

Há um total de 101.618.236 ações em circulação no mercado. São 79.106 pessoas físicas, 830 pessoas jurídica e 646 investidores institucionais.

Desempenho na bolsa de valores

Durante o ano de 2021 a EZTEC amarga uma queda de 54,15% no valor de suas ações. Assim, as ações caíram de R$ 41,70 (4 de janeiro) para R$ 19,12 (18 de novembro).

eztec

Por outro lado, desde o IPO, a empresa registra alta de 151,91% no valor de seus papéis. Em 22 de junho as ações custavam R$ 7,59 e até 18 de novembro estavam no valor de R$ 7,12.