Exportações de carne de frango mantêm crescimento de 5,1%; ações da BRFS3 e MRFG3 sobem

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Divulgação

A ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) divulgou um relatório nesta segunda-feira informando que as exportações de carne de frango mantiveram alta de 5,1% em 2020.

Segundo a ABPA, foram exportadas 1,365 milhão de toneladas nos quatro primeiros meses do ano, enquanto em 2019, no mesmo período, o número foi de 1,299 milhão de toneladas.

Em dinheiro, a alta do setor é de 0,5% em relação ao ano passado – US$ 2,151 bilhões em 2020 contra US$ 2,141 bilhões entre janeiro e abril de 2019.

Simule e projete seus ganhos: utilize nossa calculadora de investimentos

Abril registrou queda

Quando os números da ABPA sobre as exportações de carne de frango do Brasil são relacionados somente ao último mês de abril, o movimento é de queda em relação a 2019.

O relatório apontou retração de 4,7% no volume de exportações – 343,3 mil toneladas em 2020 contra 360,1 mil toneladas em 2019.

O saldo em dinheiro também foi mais baixo, com 13,9% de queda em relação a abril do ano passado: US$ 515,19 milhões contra US$ 599,1 milhões.

Francisco Turra, presidente da ABPA, minimizou os números isolados de abril e preferiu comemorar os resultados positivos do quadrimestre em relação ao ano anterior.

“Além da já esperada alta das vendas para a China, houve considerável aumento das exportações para destinos da África, Ásia e Oriente Médio.   O setor está empenhado para manter o fluxo de exportações neste período de pandemia, fortalecendo seu apoio pela segurança alimentar das nações parceiras”.

Os benefícios de se ter um assessor de investimentos

Ações em alta

As ações de duas companhias diretamente envolvidas no aumento das exportações de carne de frango do Brasil também registraram crescimento.

Segundo a Reuters, a BRF (BRFS3) avançou 13,2%, após reduzir um prejuízo líquido no primeiro trimestre para R$ 38 milhões.

A Marfrig (MRFG3) também apresentou alta nesta segunda-feira: 5,7% de acordo com o Ibovespa.

Planilha de ações: baixe e faça sua análise para investir