Exportação de frango cresce 21,3% em setembro

Felipe Moreira
Editor na EuQueroInvestir, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional.
1

Crédito: Granja de frangos Foto: JosŽ Adair Gomercindo-SECS

As exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) atingiram 418,5 mil toneladas em setembro, conforme levantamento Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). Isso representa elevação de 21,3% nos embarques na comparação com mesmo período de 2020.

O bom desempenho gerou receita de US$ 730,5 milhões, cifra 52,5% maior que os US$ 479 milhões registrados em setembro do ano passado.

No acumulado do ano até setembro, as exportações de carne de frango somaram 3,466 milhões de toneladas, alta de 9% em relação ao embarcado nos nove primeiros meses de 2020, com 3,178 milhões de toneladas.

Assim, o resultado em dólares das exportações alcançou US$ 5,623 bilhões, número 21,7% maior que a receita registrada no mesmo período do ano passado, com US$ 4,619 bilhões.

A China, principal destino dos embarques brasileiros, importou 63,2 mil toneladas no mês passado, volume 20,4% superior ao embarcado no mesmo período de 2020.

Em seguida vieram Japão, com 46,9 mil toneladas (+45,2%) e Emirados Árabes Unidos, com 43,2 mil toneladas (+66,3%). Outros destaques foram Filipinas, com 20,5 mil toneladas (+1118,8%), União Europeia, com 16,9 mil toneladas (+20,8%) e México, com 9,2 mil toneladas (+348%).