Even (EVEN3) lucra 27% a menos no balanço do primeiro trimestre

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.

Crédito: Divulgação/Facebook

A incorporadora e construtora Even (EVEN3) reportou lucro de R$ 36,5 milhões no no primeiro trimestre de 2020.

Os números representam uma redução de 27% nos lucros na comparação anual. Isso porque, no mesmo período de 2019 os lucros atingiram R$ 50,7 milhões.

Ao mesmo tempo, o Ebitda (lucro antes do IR, contribuição social, resultado financeiro e amortização) ajustado para o primeiro trimestre deste ano recuou 39%, aos R$ 59,71 milhões.

Em função do baixo volume de lançamentos, a receita líquida da Even caiu 16% nos três primeiro meses de 2020. Dessa forma, passou de R$ 483,82 milhões no primeiro trimestre 2019 para R$ 406,87 milhões em 2020.

Já o resultado financeiro do primeiro trimestre foi positivo em R$9,7 milhões. No mesmo período de 2019 o resultado financeiro foi positivo em R$ 5,2 milhões.

Vendas e lançamentos da Even

Entre janeiro e março foram lançados 2 empreendimentos no Rio Grande do Sul e 1 em São Paulo. Os lançamentos totalizaram R$ 95 milhões. Já no primeiro trimestre de 2019 os lançamentos totalizaram um montante de R$ 785 milhões.

Além disso, as vendas líquidas nos três primeiros meses de 2020 totalizaram R$ 256 milhões, representando uma VSO (velocidade de venda) de 12%.

Segundo a companhia “As vendas foram impactadas, com mais intensidade, no mês de março, e sofreram uma sensível redução com o início das medidas de confinamento  (lockdown).”

A companhia informou ainda que não teve aumento de distratos no trimestre em função da Covid-19.

Posição de caixa e Endividamento

Em 31 de março de 2020, o saldo de disponibilidade da Even era de R$ 1 bilhão. A geração de caixa do 1º trimestre, foi positiva em R$ 30,5 milhões.

Já o endividamento líquido da companhia atingiu R$ 434,96 milhões.

Segundo a Even, a “robusta posição de caixa de aproximadamente R$ 1 bilhão e o baixo  nível  de  endividamento,  nos  dão  tranquilidade  para  continuar  nossas  atividades  normalmente neste cenário de crise.”