EuQueroFIIs: BPFF11

Oliver Imhof
Oliver Imhof é um colaborador da EuQueroInvestir. Contato: oliver.imhof@euqueroinvestir.com
1

Foto: img-capa

Tudo bom caros leitores? Espero que esteja tudo joia! Já foi dado inicio a declaração de imposto de renda!

Não se esqueçam de declarar os Fundos Imobiliários também! Nesse ano temos algumas mudanças, sendo que a principal, a meu ver, está relacionado ao detalhamento na parte de bens e direitos.

[banner id=”teste-perfil”]

Agora ao lançar as cotas dos seus FII, o contribuinte também vai precisar colocar o CNPJ do fundo.

Quanto aos ganhos, o contribuinte deve declarar qualquer ganho. Lembrando que diferente do que ocorre com as ações, no mercado de FII não existe a isenção de R$ 20.000,00! Portanto fique atento!

Outra coisa que também não podemos esquecer! Lançar as distribuições! Querendo ou não, os pagamentos dos FII são importantes na hora de montar a declaração.

Depois desses pequenos lembretes, vamos analisar as principais distribuições o período:

tabela

BPFF11

Vamos falar um pouco sobre o fundo do banco Plural, BPFF11! Esse fundo de fundo está conseguindo (até o momento em que escrevo esse newsletter) uma valorização de 6,78%.

Só para comparar, o IFIX está com conseguindo 3,077%. BPFF11 é bem parecido com BCFF11 (fundo de fundo que já foi tema de outro newsletter).

[box type=”success” align=”” class=”” width=””]Por mais que exista certa semelhança entre os fundos, há algumas diferenças entre eles. A primeira que posso destacar aqui é relacionada às carteiras de cada um.[/box]

BPFF11 possui 21 FII. Segue imagem do último relatório do fundo, com a posição atualizada:

tabela

O leitor pode conferir que o fundo com maior peso na carteira, possui menos de 9% do total. Sendo assim, considero BPFF11 um fundo bem diversificado.

Novamente, vou ressaltar minha opinião sobre fundos de fundos: Os fundos de fundos são um dos investimentos mais interessantes, para qualquer tipo de investidor.

[banner nome=”facebook”]

Desde o mais iniciante até o mais experiente no mercado. Investindo em cotas de um fundo de fundo, o investidor terá participação, indireta em vários outros fundos.

No caso de BPFF11, são 21 fundos. Na mesma imagem temos ainda outras informações. No lado superior direito, o leitor vai ver um gráfico comparando as rentabilidades da cota patrimonial x valor de mercado.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Há um tempo o valor patrimonial estava acima do valor de mercado, fato que sugere um desconto patrimonial. Pois bem, agora o valor de mercado e o patrimonial, praticamente estão andando juntos.[/box]

Determinar se o valor patrimonial vai voltar a ficar por cima, ou se o de mercado vai iniciar uma movimentação de valorização ainda maior, é difícil saber.

Confesso ao leitor que prever esse tipo de coisa, não é bem comigo. Mas ao ver BPFF11, enxergo  um bom fundo, e que segue de perto o IFIX.

Não está colado no índice de FII, mas segue o caminho do IFIX, sendo que esse ano vem conseguindo um desempenho melhor.

BPFF11 possui mais de 90% do seu patrimônio alocado em FII, sendo que os outros 10% ficam investidos em títulos de renda fixa.

Um dos FII com maior peso na carteira é o SPTW11. Esse fundo passou por “maus bocados” em 2016.

SPTW11

Ao renovar os contratos com seus inquilinos, o fundo acabou entrando em um acordo com os mesmos para reduzir parte dos valores dos aluguéis.

Em outras palavras, antes os pagamentos giravam em torno dos R$ 0,833 ao mês, após a renovação o fundo abriu mão de parte desses ganhos. Isso foi feito para conseguir manter os inquilinos nos empreendimentos.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]O fundo possui participação em dois imóveis em São Paulo, e a saída dos inquilinos poderia provocar a redução total das distribuições, coisa que ninguém gostaria que acontecesse.[/box]

Então, era melhor fazer um acordo. Mantendo parte dos rendimentos e os imóveis ocupados. O fundo teve uma boa queda, tanto no valor de mercado quanto no valor patrimonial.

Atualmente o fundo vem recuperando o valor de mercado. Vejo SPTW11 como um fundo que conseguiu administrar bem a situação, mantendo parte das distribuições e os inquilinos no imóvel.

Agora resta acompanhar as próximas novidades sobre SPTW11. Quem sabe no médio ha curto prazo, o fundo não venha a recuperar as distribuições de R$ 0,83.

Bons investimentos a todos!

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.