Por que os EUA querem zerar a exportação de petróleo do Irã?

regiane delfino medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: skeeze por Pixabay

As tensões políticas entre os EUA e o Irã vêm de longa data. E no centro dessas discussões está quase sempre o petróleo, que constitui a principal fonte de riqueza do país persa

Por meio de declarações públicas, o Irã tem ameaçado atacar as vias marítimas que circundam o país. Inclusive uma das estratégias do governo é de fechar o estreito de Ormuz, no sudoeste do Irã.

Essa medida do governo iraniano nada mais é do que uma retaliação à decisão americana de banir o comércio internacional de petróleo do Irã.

Entenda o caso 

Donald Trump sempre foi um grande crítico do acordo nuclear estabelecido, em 2015, entre o governo de Barack Obama, o Irã e outras seis potencias mundiais. Inclusive, uma de suas promessas de campanha era retirar os EUA do acordo assim que assumisse como presidente.

Então, além de romper com o acordo, Trump foi mais longe. Em abril de 2019, os EUA revogaram uma medida que permitia que algumas nações comprassem petróleo iraniano. Esses países são os seguintes:

  • China
  • Índia
  • Japão
  • Coreia do Sul
  • Itália
  • Grécia
  • Taiwan
  • Turquia

A ameaça americana foi clara e pública. Caso essas nações descumpram a medida, ficarão sujeitos a uma serie de restrições políticas e econômicas com os EUA.

A intenção do governo americano, reforçada pelas palavras do secretário de estado Mike Pompeo, é de reduzir a exportação de petróleo iraniano a zero.

Essas medidas foram tomadas como tentativa de suspender o programa de mísseis do Irã, além de tentar conter o apoio militar dos iranianos à seus aliados no Oriente Médio, como o Hezbollah libanês e o regime de Bashar al-Assad, na Síria.

Os países envolvidos suspenderam a importação de petróleo?

A verdade é que nem todos os países estão cumprindo as ordens americanas. Então, a tentativa dos EUA de forçar a redução da importação de petróleo não vem sendo bem-sucedida em alguns países.

A China, por exemplo, não surpreendeu ao dizer que continuará a colaborar e se relacionar com o país persa de acordo com a lei internacional. Já a Itália, Grécia e Taiwan suspenderam as importações de petróleo do Irã. A Índia e a Coréia do Sul, por sua vez, têm encontrado dificuldades em cessar as relações comerciais. Por fim, o governo japonês resolveu não se pronunciar sobre o assunto.

Impactos da sanção americana

O Irã já sente na pele os impactos da sanção dos EUA. Em julho as exportações do país foram inferiores a 300 mil barris por dia, de acordo com fontes da indústria como a Refinitiv e a Agência Internacional de Energia.

Porém, pouco mais de um ano antes, em abril de 2018, quando os EUA ainda não tinham saído do acordo, o cenário era completamente diferente. O Irã, nessa época, exportava mais de 2,5 milhões de barris por dia.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Além disso, as consequências da sanção americana vão mais longe. Isso porque os impactos não são sentidos apenas pela economia iraniana, mas também a nível mundial. Tendo em vista que as oscilações no barril do petróleo se tornaram mais fortes desde então.

Já conhece o nosso canal do YouTube? Clique e se inscreva

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.