EUA tem crescimento em vagas de trabalho em julho dentro das projeções

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Flickr

A abertura de vagas de trabalho nos Estados Unidos (EUA), de acordo com o relatório Jolts (Job Opening), cresceu dentro do consenso de mercado em julho. Foram gerados 10,934 milhões de novos postos de trabalho no mês.

Em junho, os dados foram revisados para cima. Com isto, o total de postos gerados naquele mês ficou em 10,185 milhões de vagas. A leitura anterior era de 10,073 milhões de novos postos de trabalho.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

EUA: vagas aumentam em vários setores

De acordo com o relatório, as vagas de emprego aumentaram em diversos setores. Os dados mais preponderantes foram assistência social (+294.000 novas vagas); finanças e seguros (+116.000); e alojamento e alimentação (+115.000).

Em julho, o número e a taxa de contratações sofreram poucas alterações. Foram registradas 6,7 milhões de contratações. O que dá uma taxa de 4,5%

Porém, as contratações diminuíram no comércio varejista, com uma redução para 277 mil novos postos, fabricação de bens duráveis (-41.000) e serviços educacionais (-23.000).

O número de contratações aumentou na educação estadual e municipal  (+33.000) e ainda nas escolas federais (+21.000). O número de contratações pouco mudou nas quatro regiões do país.

Em 12 meses, contratações totalizam 72,6 milhões

No período dos últimos 12 meses encerrados em julho, as contratações totalizaram 72,6 milhões e as demissões, 65,6 milhões. Com isto, foi gerado um saldo líquido de 7,0 milhões de empregos. Esses totais incluem trabalhadores que podem ter sido contratados e demitidos mais de uma vez durante o ano.