EUA impõem novas sanções a general iraniano

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Foto Pública

Em entrevista coletiva na sexta-feira (17), o emissário dos Estados Unidos para o Irã, Brian Hook, anunciou nova sanção a uma alta autoridade iraniana.

Desta vez, seriam impostas sanções ao general Hassan Shahvarpour, acusado de reprimir as manifestações na cidade de Mahshahr, em novembro passado .

Entre as medidas aplicadas pelas sanções, os EUA proíbem Hassan Shahvar de entrar em território americano. No entanto, o governo de Donald Trump já havia endurecido consideravelmente as restrições de visto que afetam os iranianos.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Segundo Hook, Shahvarpour “supervisionou o massacre de 148 iranianos indefesos na região de Mahshahr”.

O emissário norte-americano anunciou ainda que os Estados Unidos receberam 88.000 mensagens após pedir que o povo iraniano que compartilhasse vídeos, fotos ou testemunhos da repressão.

Por fim, Hook falou ainda sobre o Irã retroceder, após a forte tensão no início deste mês, decorrente do atentado nos EUA que culminou no assassinato do general iraniano Qassem Soleimani.

“Parece que eles recuaram”, disse. “Mas temos uma mistura de pressões econômicas máximas e dissuasão, graças à ameaça crível que nossa força militar representa se for atacada”.