EUA: 291 mil novas vagas no setor privado em janeiro

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O mercado de trabalho nos Estados Unidos teve um acréscimo de 291 mil novas vagas na folha de pagamentos do setor privado no mês de janeiro.

O resultado representa o melhor ganho mensal em quase cinco anos, e é quase o dobro do que os analistas consultados pela Dow Jones esperavam (eles indicavam 150 mil novas vagas).

O dado, divulgado nesta quarta-feira, 5, pela ADP e pela Moody’s Analytics, não aponta emprego pleno, mas uma taxa de desemprego que se encontra em seu mais baixo ponto em 50 anos, de acordo com avaliação da CNBC.

Descubra novos caminhos para multiplicar seu patrimônio. Aprenda hoje a investir R$ 300 mil com os melhores desempenhos.

Comparativamente, em dezembro de 2019 foram criadas 199 mil novas vagas no setor privado (revisado para cima em 3 mil vagas).

Criação de vagas por setor

No geral, os serviços adicionaram 237 mil vagas em comparação com 54 mil para a indústria.

Destaques para Lazer e hospitalidade, com 96 mil novas contratações. Educação e saúde, com 70 mil vagas. Comércio e serviços, 49 mil. Na construção, foram 47 mil postos, o melhor resultado desde janeiro de 2019.

O transporte comercial e os serviços públicos aumentaram 8 mil vagas, enquanto os setores de informação e atividades financeiras contribuíram com 2 mil cada. Recursos naturais e mineração foram os únicos com queda, com 2 mil vagas a menos.