Investimentos

ETF Extend Trader Funds

Fundos, Mercado, ETF.

ETF Extend Trader Funds
3.7 de 3 votos

ETF Extend Trader Funds


Introdução.

Já imaginou ter dinheiro suficiente para replicar a carteira de um índice?

Muito difícil né …

Investir em ETF’s (Extend Trader Funds) é uma maneira fácil e segura de diversificar o seu portfólio (por um valor muito menor) comparado ao valor total de um índice.

ETF é um tipo de fundo de investimento negociado na bolsa de valores.
As transações acontecem de maneira similar às ações e fundos imobiliários.

No Brasil o lote mínimo para negociar ETF’s é de 10 cotas.
Mas você pode comprar uma cota utilizando o mercado fracionário, para ter acesso a esse tipo de compra você necessita escrever o ticker da cota acrescentado um F, exemplo: BOVA11F.

Espero que você tenha gostado do Resumo até aqui. Daqui para frente vamos aprofundar o assunto.

Antes de continuar, você pode me enviar perguntas caso esteja com dúvidas:


Diferenças Entre ETF e Fundos de Investimento.

Vou explicar o funcionamento de uma ETF (Extend Trader Funds) usando os fundos de investimentos como comparação.

Os dois tipos de investimentos possuem diversas diferenças interessantes e utilizarei dessas diferenças para explicar melhor o funcionamento de cada.

Uma boa diferença entre ETF’s e fundos de investimentos são as metodologias empregadas em seus investimentos.

Muitos fundos de investimentos têm regras brandas com relação ao tipo de investimento, já as ETF’s possuem regras claras e administração passiva de seus ativos.

Os fundos de investimentos seguem geralmente a vontade do seu administrador de maneira que o investidor fica alheio às intuições e opiniões do mesmo.

As ETF’s por sua vez, têm regras claras e geralmente seguem índices.

Exemplos de ETFs no Brasil:
BOVA11 que segue o índice Ibovespa e tem uma cotação próxima do índice e do valor patrimonial, outro exemplo é o PIBB11 segue índice IBRX100

BOVA11



Dados retirados do site da gestora do fundo, a BlackRock.
Empresa especializada em criação e gestão de ETF’s possui algumas das principais ETFs no Brasil, como a SMAL11, referente ao índice de SmallCaps, a IVVB11 referente ao índice S&P 500.

A tabela mostra o rendimento de um ETF que segue o índice Ibovespa e um fundo de investimento de um banco de varejo que segue o mesmo índice.

Planilha 1



Observando a tabela é fácil e notar uma boa diferença entre os dois tipos de investimentos.
Ambos seguem o índice Ibovespa porém possuem rendimentos diferentes.

A ETF segue mais de perto o índice.
Mesmo sendo negociada na bolsa de valores, ela mantém sua cotação próxima à variação do índice.

Já o fundo acabou acompanhando um pouco mais de longe o índice.
Um fato que ajuda a explicar essa diferença está relacionado às despesas que fundos e ETF’s possuem.

Despesas.

As despesas das ETF’s são geralmente menores que as dos fundos de investimentos, uma vez que as ETF’s trabalham com uma quantidade maior de patrimônio, já os fundos ficam alheios à quantidade de dinheiro que o mesmo possui.

A taxa administrativa em muitos fundos é alta, na casa dos 2% geralmente.

Uma taxa de 2% com um valor investido de R$ 5.000,00 acaba gerando uma despesa de R$ 100,00.
Esse valor já é superior à taxa de custódia que uma ETF poderia gerar dentro de um ano.

A seguir, as despesas que um fundo de um banco de varejo que segue o índice Ibovespa pode gerar, comparando com uma ETF que segue o mesmo.

ETF Ibovespa



Além das despesas de administração do fundo de investimentos, existem outras despesas que influenciam no rendimento final do fundo.

Despesas que seriam relacionados ao operacional do fundo, exemplo, serviços de custódia, auditoria, entre outras.

Apesar da boa diferença entre as despesas dos fundos e das ETFs, não podemos esquecer que existe a taxa de custódia e corretagem para operar as ETFs.

Sendo assim segue um exemplo:
Simulando a compra de R$ 1.000,00 em cotas do fundo indexado ao Ibovespa de um banco e o mesmo valor na compra de ETF que segue o mesmo índice.

A taxa de custódia será de R$ 6,90 e a corretagem será de R$ 10,00 por ordem de compra.

No fundo de investimento vamos utilizar as despesas descritas na tabela 02.
O tempo da simulação em ambos os casos será de 2 anos.

ETF Ibovespa 2



O resultado final foi mais favorável ao investidor que aplicou no fundo de investimento, porém vamos fazer a mesma simulação, mas com o valor de R$ 5.000,00.

ETF Ibovespa 3

A ETF mostra um melhor resultado.
O que isso significa? Significa que a chave para conseguir um bom desempenho nesse investimento está no volume financeiro que você irá aplicar.

A partir de R$ 1.000,00, está claro que o fundo consegue diluir melhor as despesas, fazendo o investidor ter um rendimento melhor que a ETF.

Porém, como as despesas do fundo seguem uma porcentagem sobre o volume investido e a ETF possui os custos atrelados a despesas fixas (independente do volume investido), chegamos à conclusão de que quanto maior o volume aplicado, melhor é o desempenho das ETF’s.

Liquidez.

A liquidez das ETF’s no mercado brasileiro ainda é pequena.
O BOVA11 é o único fundo que possui uma liquidez maior que 100 negociações por dia.

As outras ETF’s possuem pouquíssimas negociações e algumas ainda possuem bancos gerando liquidez para os negócios, um exemplo é o IVVB11.

Esse fundo segue o índice S&P 500 (índice que possui as 500 maiores empresas americanas).

Fundos de investimento por sua vez, não possuem esse problema de liquidez.

Para investir em fundos de investimento indexado em ações, precisamos estar atentos ao valor mínimo de aplicação e aos valores mínimos de movimento.

No site da BM&F você pode consultar as quantidades de negócios realizados em cada tipo de ETF registrada na Bolsa, assim, o investidor pode ter uma noção melhor da liquidez do mercado.

Uma cesta de Ativos.

Uma das coisas mais importantes relacionadas às ETFs é a grande diversificação que elas possuem dentro de suas carteiras.

ETF



Composição da ETF BOVA11, que segue de perto o índice Ibovespa oferecendo oportunidade para investidores com menos recursos.

Sendo assim, o fundo acaba ficando protegido de grandes oscilações que uma ou duas empresas podem apresentar.

Em suma, tal ETF representa quase com fidelidade a situação da bolsa de valores.

Resumindo: Para os investidores de primeira viagem que gostariam de entrar na bolsa de valores com poucos recursos e bem diversificados, de preferência seguindo o índice, as ETFs são uma ótima solução e vão dar um bom horizonte ao investidor.

Este Investimento e o seu Perfil de investidor

Antes de investir em Fundos Imobiliários vale entender mais sobre o seu perfil de investidor e se ele comporta este tipo de investimento.
Para fazer o teste de perfil, clique aqui:
Teste de Perfil

Oliver Imhof Chwang


Nossos autores em sua maioria, são Educadores de destaque no mercado financeiro, conciliando assim, conteúdo com experiência prática de negócios.

Se você possui alguma dúvida mais específica, pode contatá-los através do formulário abaixo!


Tags

Juliano Custodio

Juliano Custodio é empreendedor digital, apaixonado por tecnologia, investimentos e tudo o que esta mistura pode criar.
É também CEO do EuQueroInvestir.com e do EuQueroInvestir A.A.I assessores de investimentos.
Me envie um e-mail: juliano.custodio@euqueroinvestir.com
Ou então uma mensagem por WhatsApp: (47) 9.8859.2799.

Artigos Relacionados

Close