Eternit (ETER3) reverte prejuízo e lucra R$ 6,7 mi no quarto trimestre

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Eternit

A Eternit (ETER3), em Recuperação Judicial, anunciou seus resultados nesta quarta-feira (25). A companhia registrou um lucro líquido R$ 6,7 milhões no quarto trimestre de 2019, revertendo o prejuízo de R$ 60,3 milhões no mesmo período do ano anterior.

No ano, a companhia acumulou um prejuízo de R$ 12,6 milhões, uma redução de 91,5% em relação ao resultado de 2018.

O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebtida, na sigla em inglês) somou R$ 34,3 milhões no quarto trimestre, revertendo o Ebtida negativo de R$ 38,7 milhões. A margem Ebtida atingiu 28%, ante uma margem negativa de 26%.

Em 2019, o Ebtida totalizou R$ 55,9 milhões, revertendo o resultado negativo de R$ 112,5 milhões de 2018. Enquanto a margem Ebtida alcançou 11%, alta de 28 pontos percentuais.

No quarto trimestre, o resultado financeiro foi positivo em R$ 846 mil no último trimestre, revertendo as perdas de R$ 5 milhões no mesmo período do ano passado.

No ano, o resultado financeiro foi positivo em R$ 7 milhões, revertendo as perdas de R$ 27,4 milhões em 2018.

Isso aconteceu porque foram contabilizados os descontos na dívida no âmbito do Plano de Recuperação Judicial(“haircut”), reconhecidos na conta receitas financeiras.

O que você verá neste artigo:

Operacional

A receita líquida da Eternit somou R$ 120,7 milhões no último trimestre de 2019, uma queda 18,4%. No ano, a receita atingiu a cifra de R$ 488,7 milhões, retração de 9%.

A companhia explica que o resultado foi impactado pela paralisação da mineradora SAMA em fevereiro e contabilização dos resultados da CSC a partir de junho.

No quarto trimestre, o lucro bruto totalizou R$ 26,1 milhões, redução de 10,3%. A margem bruta ficou em 22%, aumento de 2 p.p.

Em 2019, o lucro bruto alcançou R$ 68,6 milhões, declínio de 34,1%. Já a margem bruta atingiu 14%, baixa de 6 pontos percentuais.

Segundo a Eternit, o desempenho operacional no último trimestre foi marcado pela contínua recuperação do desempenho industrial das unidades de fibrocimento, superando as dificuldades decorrentes da migração de tecnologia registradas em 2018 e  pelo crescimento de 18% nas vendasde telhas de fibrocimento.

CAPEX

Os investimentos realizados pela Eternit somaram R$ 2,7 milhões no quarto trimestre do ano passado, um aumento de 37,7%. No acumulado do ano, o CAPEX atingiu R$ 7,9 milhões, uma elevação de 15,3%.

Os aportes foram destinados essencialmente à manutenção e atualização do parque industrial da companhia.

Dívida

A dívida líquida da Eternit encerrou 2019 em R$ 104,2 milhões, uma retração de 14,4% em comparação com 2018.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida e Ebtida, ficou em 1,9 vez no ano passado.

Coronavírus

De acordo com a Eternit, suas operações são fortemente focadas no mercado interno, sendo seu desempenho dependente do nível de atividade econômica do país. A pandemia do covid-19 tem proporcionado uma rápida degradação das condições macroeconômicas, induzindo a adoção de ações preventivas por parte da Administração.

Apesar da dificuldade em dimensionar os impactos na companhia, esse cenário de grande incerteza acrescenta um risco adicional ao negócio.


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374