Estados Unidos negam visto e proíbem presença de ministro do Irã em reunião da ONU

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Reuters

Mohammad Javad Zarif, ministro das Relações Exteriores do Irã, sentiu na pele os efeitos da crescente tensão entre o seu país e os Estados Unidos.

O chanceler teve seu visto de entrada nos EUA vetado e, por conta disso, não conseguiu participar da reunião das Organizações das Nações Unidas (ONU) em Nova York, na última quinta-feira (2).

Segundo o acordo de 1947 da ONU, Washington tem o direito de negar vistos “por razões de segurança, terrorismo e política externa”.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a soluções customizadas de acordo com seu perfil

Tanto o Departamento de Estado norte-americano quanto o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric, não comentaram até o momento a opção do governo de recusar o visto de entrada a Zarif.

A missão do Irã na ONU afirmou “ter visto as reportagens a respeito do assunto”, mas alegou não ter recebido qualquer comunicado oficial sobre o caso.

Zarif já havia ido a Nova York algumas vezes para participar de reuniões da ONU, a última delas em setembro do ano passado.