Especialista explica o que são fundos de índices ou ETFs

Rebeca Torres
null

Crédito: Stevepb / Pixabay

Dois fundos passivos listados na bolsa (sendo o ETFs, Exchange Traded Funds) registraram uma captação líquida de R$ 9,2 bilhões no ano até o dia 3 de abril, com R$ 5,2 bilhões acumulados somente no mês de março.

Para explicar sobre os fundos de índices, o portal Eu Quero Investir entrevistou o analista especialista em fundos de investimentos, Rafael Amaral, da Capital Research.

O que são Fundos de Índices?

Fundos de índices ou ETFs (Exchange Traded Funds), como são conhecidos, são fundos cujas cotas são negociadas na Bolsa de Valores.

Eles têm como objetivo seguir um índice de referência e costumam ter um custo muito mais baixo em comparação aos fundos tradicionais (regulados pela ICVM 555).

Na sua opinião, porque em época de pandemia, eles se sobressaíram tanto?

Em época de pandemia, os fundos de maneira geral, sejam eles ETFs ou tradicionais, podem oferecer uma diversificação aos investidores, que não conseguiriam isso de outra maneira.

Isso ocorre pelo fato de que muitos investidores poderiam adquirir exposição a diversas classes de ativos que não obteriam de forma individual.

Esta é uma das principais vantagens de se investir através de um fundo de investimento.

Como administrá-los da melhor maneira possível em época de crise?

A melhor maneira para estar posicionado em época de crise é você ter um portfólio diversificado, com um bom trade-off entre risco e retorno.

Possuir um portfólio que você consiga manter em momentos de alta volatilidade e que possua uma relação de retorno e risco otimizada.

Já a pior situação para estar em um momento de crise é encontrar-se com um portfólio com um risco acima da sua capacidade.

Pois, quando chegar à crise, você não suportará a volatilidade do mercado e, como consequência, venderá seus ativos, e, infelizmente, terá um prejuízo que poderia ter sido evitado.

Ao adquirir um fundo de investimento, como não sair perdendo financeiramente?

Existem diversas classes de fundos, com diferentes políticas de investimento e objetivos, com isso o primeiro passo seria entender qual fundo de investimento você está analisando.

A partir disto, o investidor poderá selecionar o melhor fundo e gestor, dado seu objetivo e suas características.

De maneira geral, existem algumas regras que deveriam ser seguidas antes de se investir em um fundo, que são

  • Conhecer a gestora e os principais executivos da casa;
  • Evitar fundos com performance consistentemente ruim;
  • Principalmente entender as características e política de investimento dos fundos escolhidos antes de investir.