Erros que o investidor iniciante comete na bolsa

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

O atual cenário pegou todo mundo de surpresa. Desde ao pequeno investidor ao mais experiente. Renda fixa rendendo pouco, muitos iniciantes decidiram migrar seus investimentos para Bolsa.

No ano passado o indicador do desempenho médio das ações negociadas na bolsa, o Ibovespa, obteve um aumento de 32%. Isso a deixou mais atrativa para investidores.

Mas com a pandemia as oscilações do mercado deixaram os iniciantes assustados. Quem já investe há mais tempo, sabe que é preciso diversificar a carteira. E que é preciso deixar recursos em renda fixa com liquidez imediata.

O brasileiro quer tudo para ontem e essa cultura imediatista atrapalha quando se diz respeito a finanças. É preciso dedicar tempo em estudos e análises para alocar o dinheiro corretamente.

Não se fica rico da noite para o dia

Engana-se quem acha que ficará rico do dia para noite na bolsa de valores. Paciência e dedicação já é um grande passo.

Os investidores de sucesso não alcançaram a liberdade financeira aumentando a aposta. Mas sim, reinvestindo os lucros das operações com ações em outros ativos de qualidade e deixando os juros compostos fazerem seu trabalho.

Um exemplo de equívoco, é quando a pessoa saca o cheque especial ou vende um bem e investe em ações, acreditando que o aporte lhe trará rendimentos certos e superiores ao empréstimo. Parece loucura, mas acontece na prática.

Se você quer investir e não possui muitos recursos, existem alternativas de baixo valor no mercado. Atualmente, é possível comprar ações de boas empresa por menos de R$ 10,00.

Não se iluda com operações de curto prazo

Operações como Day Trade não é algo indicado para iniciantes. Essa modalidade costuma encher os olhos de que está começando. Mas cuidado, requer conhecimento, tempo e acompanhamento diário. Existem algumas regras que vão além de comprar e vender ativos, tem toda uma especulação por de trás.

Sendo assim, operações de curto prazo são mais indicadas para quem tem conhecimento e experiência de mercado. Isso porque como trata-se de pura especulação, não é possível afirmar com 100% de certeza para onde irá caminhar as cotações do ativo.

Riscos vão sempre existir

Não existe investimento sem risco, por mais seguro que um ativo possa ser. Desde o mais simples ao mais complexo, todos têm. Alguns mais que outros. Precisa-se ter essa consciência ao fazer qualquer tipo de investimento. Os riscos vão sempre existir.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Por fim, aquele velho ditado de não colocar todos os ovos na mesma cesta, sempre é uma boa pedida.