Entenda o que é e como acontece o circuit breaker na bolsa de valores

Humberto Maurício Pennacchia
null

Crédito: Reprodução/Pixabay

Que a volatilidade é uma característica marcante do mercado acionário, isso ninguém dúvida.

Porém, há dias em que a oscilação no preço dos ativos está acentuadamente elevada.

Isso pode ser causada por uma notícia econômica relevante, por alguma manchete política ou,  ambas as coisas.

Pensando em diminuir um pouco a oscilação no mercado de capitais, a B3 (antiga Bovespa) criou mecanismos para administrar  essa situação.

O nome desse mecanismo é circuit breaker.

Você sabe o que é circuit breaker? 

O site https://blog.toroinvestimentos.com.br explica seu significado:

“De uma forma bem direta, podemos dizer que circuit breaker é um mecanismo de segurança utilizado para interromper todas as operações da Bolsa de Valores do Brasil, a B3.

Este mecanismo é acionado nos momentos em que as ações negociadas nesse mercado sofrem grandes quedas consideradas atípicas em seus preços”.

Quando foi criado o circuit breaker?

O circuit breaker foi criado em 1997.

Quantas vezes o circuit breaker foi acionado na B3?

Esse mecanismo de defesa do mercado de capitais, foi acionado 17 vezes desde a sua criação.

Qual foi a última vez que o circuit  breaker foi acionado?

A última vez foi no dia 18 de maio de 2017,  nessa época,  surgiram notícias e informações que impactaram o país e bateram fortemente no mercado de capitais.

Como é o funcionamento do circuit breaker na B3?

Quando o mercado apresenta uma queda de mais de 10% em relação ao fechamento do pregão anterior, o circuit breaker é acionado e paralisa todas as atividades por 30 minutos.

Se após a paralisação de 30 minutos, o mercado continuar apresentando queda e se essa chegar a 15%, as atividades pararão por 1 hora.

Na reabertura, se o mercado persistir na tendência de queda, ao atingir 20%, as operações serão interrompidas novamente.

Dessa vez, o prazo de suspensão ficará a critério da B3.

Em quais situações o circuit breaker não será utilizado?

Na última meia hora do pregão, o circuit breaker não será acionado.

Se a paralisação  ocorreu na última hora da  operação   diária,  assim que acontecer a reabertura do mercado, se a bolsa  continuar  em queda,  haverá  apenas uma paralisação de, no máximo, 30 minutos.

Um pouco de história:

Conheça algumas situações em que o circuit breaker foi acionado na B3:

Em 1997, com a explosão da crise asiática.

Em 1999, com o advento do câmbio flutuante.

Em 2008, com a eclosão da crise do subprime nos Estados Unidos, etc.

 


Aproveite as oportunidades e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Preencha seus dados abaixo e conte com especialistas para ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374