Entenda a queda da Bolsa Americana (S&P 500)

Thales Barboza
Thales Barboza é Engenheiro Civil com MBA em Gestão Financeira. Palestrante do EuQueroInvestir.com e também Assessor de Investimentos do EuQueroInvestir A.A.I. assessores de investimentos.Me envie um e-mail: thales.barboza@euqueroinvestir.com ou então um WhatsApp: (47) 9.8838.0075
1

Foto: img-capa

Imagine que você está em uma entrevista de emprego e o entrevistador lhe faz a seguinte pergunta:

Você prefere ganhar R$ 20.000,00 por mês fixo ou ter uma remuneração variável onde o máximo que você poderá ganhar é R$ 21.000,00 por mês?

Se seguirmos a lógica, escolheríamos a primeira opção, R$ 20.000,00 por mês fixo pois não vale a pena correr o risco para somente ganhar mil reais a mais.

Porém, se o salário fixo for R$ 5.000,00, qual seria a sua escolha?escolha

Agora o panorama mudou, para muitos (me incluindo nessa lista) é mais atrativo ter uma remuneração variável pois a chance de eu ganhar mais do que R$ 5.000,00 é alta.

Existe um conceito muito importante nas finanças conhecido como Prêmio pelo Risco, que é o quanto você tem que ganhar a mais para correr o risco de TALVEZ ganhar menos.

No primeiro exemplo (o dos vinte mil), o prêmio pelo risco era muito baixo, somente mil reais (R$ 21.000,00 – 20.000,00).

[banner id=”teste-perfil”]

Já na segunda opção, o prêmio pelo risco se tornou muito mais atrativo, R$ 16.000,00 (R$ 21.000,00 – 5.000,00).

Ok Thales, mas o que isso tem a ver com a queda do S&P500? Absolutamente tudo!

Um adendo, o S&P500 é o índice que mede o desempenho das 500 maiores empresas americanas, entre elas estão Apple, Facebook, Google, Bank of America, entre outras.marcas

O mesmo ocorre no mundo dos investimentos, se você investir na Bolsa de Valores, você pode ganhar muito mais do que investindo na Renda-Fixa livre de risco (Tesouro Selic por exemplo), porém, o Risco é muito maior, aí depende do apetite ao risco de cada investidor.

No mercado americano da mesma forma, os investidores fazem a seguinte comparação:

Vale a pena eu correr o risco de investir na bolsa norte-americana (S&P500) ou é mais atrativo investir no ativo mais seguro do mundo, os famosos Treasury Bonds (títulos públicos americanos)?

 

Seguindo o raciocínio da entrevista de emprego, quanto menor a diferença de rentabilidade entre o S&P500 e o os Treasury Bonds, mais propenso o investidor estará a investir nos títulos públicos.

[banner nome=”facebook”]

Tendo ficado claro essa questão de Prêmio de Risco, vamos aos fatos:

Ao final de 2016, após 8 anos com a taxa de juros dos EUA no patamar de 0,25% ao ano, o Banco Central Norte-Americano (Federal Reserve – FED) iniciou o processo de aumento gradativo, aumentando consequentemente a rentabilidade dos Títulos Públicos.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Após 3 elevações em 2017, a taxa de juros ficou entre 1,25% e 1,5% ao ano.[/box]

gráfico

Em novembro de 2017 o presidente Donald Trump anunciou Jerome Powell como novo presidente do FED. Já em fevereiro de 2018, em uma de suas primeiras entrevistas coletivas, ele anunciou que irá continuar com este aumento gradual nos juros.

noticia

No gráfico abaixo, faço o seguinte comparativo: em azul o índice S&P500, e em laranja a rentabilidade dos Treasury Bonds (10 anos).

gráfico

Destaquei dois pontos principais, ao final de 2016 foi quando o FED aumento pela primeira vez após 8 anos a taxa de juros dos EUA, note como teve uma leve queda na bolsa americana e um forte aumento na rentabilidade dos Títulos Públicos.

Já em fevereiro deste ano, após o discurso do Jerome Powell, a rentabilidade dos Títulos Públicos chegou ao maior patamar desde 2014, diminuindo o Prêmio pelo Risco e fazendo muitos investidores migrar da Renda Variável para a Renda-Fixa, causando a queda do índice S&P500.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.