Enjoei (ENJU3) registra prejuízo de R$ 8,147 milhões no 3TRI20

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: wikipedia

A plataforma de intermediação Enjoei (ENJU3) registrou um prejuízo líquido de R$ 8,147 milhões no terceiro trimestre de 2020.

No mesmo período do ano anterior, a empresa havia registrado um prejuízo de R$ 1,69 milhões.

O tráfego na plataforma da Enjoei cresceu 178,6% no terceiro trimestre, alcançando 21,8 milhões de visitantes únicos.

Conheça a FinTwit, o maior fórum de finanças do mundo.

Hoje o Twitter é pauta na Money Week.

Além disso, o número de visitas saiu de 32 milhões no terceiro trimestre de 2019, para 74,4 milhões um ano depois.

O número de novos vendedores cresceu 76,4%, para 150 mil.

Já o número de novos usuários compradores cresceu 3,13 vezes, saindo de 58,2 mil no terceiro trimestre de 2019 para 182 mil em 2020.

Receita avança 52%

A receita líquida total do Enjoei atingiu R$ 22,37 milhões, alta de 52% em relação ao terceiro trimestre de 2019.

Considerando a receita líquida total acumulada nos primeiros 9 meses do ano, a Companhia atingiu R$ 50,98 milhões, alta de 37% na base anual.

Ebitda da Enjoei

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou um resultado negativo de R$ 5,36 milhões.

No mesmo trimestre do ano anterior, o Ebitda foi negativo em R$ 170 mil.

No acumulado de 2020, o Ebitda foi negativo em R$ 5,471 milhões, comparado com um resultado negativo de R$ 4,452 milhões um ano antes.

Despesas Operacionais

As despesas operacionais aumentaram em R$ 8 milhões ou 119%, passando para R$ 14,901 milhões ao final de setembro de 2020.

“As despesas operacionais estão mais relevantes em 3T20 vs 3T19 como percentual da receita devido ao aumento de despesas comerciais, que aumentaram R$ 5.434 mil ou 292%, passando de R$ 1.862 mil para R$7.296 mil”, destacou a Enjoei.

No acumulado de 2020, as despesas operacionais tiveram um incremento de 46%, passando R$ 29,29 milhões.

As despesas relacionadas ao IPO da companhia no resultado do terceiro trimestre de 2020 somavam R$ 123 mil e serão reclassificadas para o patrimônio líquido do próximo trimestre, quando da efetivação da oferta pública inicial de ações.

Leia mais:

Dommo (DMMO3) reverte prejuízo em lucro de R$ 185,6 mi no 3TRI

Dividendos: confira as ações mais recomendadas para novembro