Engie (EGIE3) lucra 98,7% a mais, para R$ 765,8 mi, no balanço do 2TRI20

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação Engie

A Engie Brasil (EGIE3) reportou lucro líquido de R$ 765,8 milhões no segundo trimestre de 2020. Os números representam um avanço de 98,7% frente a igual período.

Já no acumulado dos últimos seis meses, a companhia registrou um avanço de 34,4% nos lucros comparado ao mesmo período de 2019.

Desse modo, o acumulado semestral passou de R$ 950,9 milhões em 2019 para R$ 1,27 bilhão em 2020.

Operar Vendido, Shoppings, Tendências e muito mais, confira a agenda de hoje no FII Summit

Fonte:B3

Segundo a companhia, esse acréscimo é consequência de: aumento no Ebitda, redução nas despesas financeiras líquidas, aumento do imposto de renda e da contribuição social e acréscimo da depreciação e amortização.

No segundo trimestre deste ano, a receita operacional líquida aumentou 23,4% (R$ 2.686,5 milhões). No mesmo período do ano passado a receita foi de R$ 2.176,5 milhões.

Ebtida avança 36,1%

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) totalizou R$ 1,431 bilhão, um desempenho 36,1% superior em relação ao segundo trimestre de 2019.

A margem Ebitda consolidada apresentou incremento de 5,0 p.p., aumento de 48,3% no segundo trimestre de 2019 para 53,3% no segundo trimestre de 2020.

Segundo a companhia, “a margem Ebitda consolidada é parcialmente reduzida pelos efeitos das operações de trading de energia, do reconhecimento da receita e dos custos relativos à construção das linhas de transmissão e das operações realizadas pela controlada EGSD.”

Resultado Financeiro

No segundo trimestre de 2020, as receitas financeiras atingiram R$ 111,1 milhões. Os números representam um avanço de 167% sobre os resultados auferidos no mesmo trimestre de 2019.

Já as despesas no segundo trimestre foram de R$ 279,6 milhões, isto é, 15,8% abaixo das registradas no mesmo trimestre do ano anterior, que foram de R$ 331,9 milhões.

De acordo com a Engie, a queda observada foi motivada por reduções na variação monetária sobre dívidas e concessões a pagar.

Dividendos

A companhia informou ainda que aprovou a distribuição de dividendos intercalares, com base nas demonstrações financeiras levantadas em 30 de junho de 2020.

Desse modo, será pago o montante de R$ 677.688.153,38, correspondentes a R$ 0,8305737385 por ação.

As ações da companhia serão negociadas ex-dividendos intercalares a partir de 10 de agosto de 2020.

Já a data para o pagamento dos dividendos intercalares ainda serão definidos pela Diretoria Executiva, e posteriormente comunicado aos acionistas.

Conheça nossa Planilha de Projeção de Rentabilidade