Eneva (ENEV3) registra lucro de R$ 55,6 mi, queda de 38,1% no 3TRI

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Eneva

O lucro líquido da Eneva (ENEV3) totalizou R$ 55,6 milhões no terceiro trimestre de 2020. Os números representam uma queda de 38,1% na base anual.

De acordo com a Companhia, a queda no trimestre é explicada principalmente pela redução do Ebitda no período.

No acumulado de 2020, a Eneva registra um lucro líquido de R$ 321,1 milhões, alta de 36,4% no ano.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O Ebitda (lucro antes do IR, contribuição social, resultado financeiro e amortização) para o terceiro trimestre recuou 15,5%, aos R$ 227,2 milhões.

Ao mesmo tempo, a receita operacional líquida da Companhia caiu 34,5% entre julho e setembro de 2020. Dessa forma, passou de R$ 858,3 milhões no terceiro trimestre 2019 para R$ 562 milhões em 2020.

Já o resultado financeiro do trimestre foi negativo R$ 96 milhões. No mesmo período de 2019, o resultado financeiro foi negativo em R$ 93,5 milhões.

Fluxo de Caixa e Investimentos

O caixa líquido gerado pelas atividades operacionais totalizou R$ 270,9 milhões no terceiro trimestre deste ano ante R$ 334,4 milhões no ano anterior.

A Eneva informou que o investimento consolidado atingiu R$ 407,4 milhões no trimestre.

Desse montante, 82% foi destinado à construção do projeto integrado Azulão-Jaguatirica e da UTE Parnaíba V.

Posição de caixa e Endividamento

A Companhia encerrou o trimestre com uma posição de caixa livre consolidada de R$ 2,6 bilhão.

Ao mesmo tempo, a dívida líquida consolidada no período era de R$ 4,75 bilhões.

Já relação dívida líquida/Ebitda foi de 3,1x nos últimos 12 meses.