Energisa (ENGI11) lucra 50,1% mais no balanço do 1TRI21

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Foto: Pixabay

A Energisa (ENGI11) registrou lucro líquido de R$ 873,3 milhões no balanço do primeiro trimestre (1TRI21).

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, o que amplia o desafio de busca pelas melhores aplicações para multiplicá-lo

Os números refletem uma alta de 50,1% sobre o lucro do mesmo período de 2020.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

O resultado financeiro líquido no balanço do 1TRI21 foi negativo em R$ 9,3 milhões. Um ano antes, o resultado financeiro foi negativo em R$ 21,1 milhões.

Já o Ebitda ajustado da companhia atingiu R$ 1,42 bilhão, aumento de 53,3% sobre a base anual.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

No balanço do 1TRI21, a Energisa (ENGI11) registrou uma receita de R$ 4,9 milhões, alta de 16,6% sobre o mesmo período do ano passado.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Energisa (ENGI11) : principais números do balanço do 1TRI21

Lucro líquido

  • Lucro 1TRI21: R$ 873,3 milhões
  • Lucro 1TRI20: R$ 581,7 milhões

Ebitda ajustado 

  • Ebitda ajustado 1TRI21: R$ 1,42 bilhão
  • Ebitda ajustado 1TRI20: R$ 929 milhões

Receita líquida

  • Receita 1TRI21: 4,9 bilhões
  • Receita 1TRI20: 4,2 bilhões

Consumo cai

No primeiro trimestre de 2021, o consumo total de energia elétrica (mercado cativo + livre) nas áreas de concessão das 11 distribuidoras do Grupo Energisa atingiu 9.179,3 GWh. Isso  representa uma redução de 0,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os segmentos de maiores destaques no trimestre foram as classes industrial (+2,3% ou 41,1 GWh), residencial (+1,1% ou 38,8 GWh) e rural (+2,6 ou 22,9 GWh).

Por outro lado, a retração no consumo no 1TRI21 foi direcionada pela classe comercial (-8,8% ou 162,8 GWh) e pela categoria outros (-1,2% ou 13,8 GWh).

No 1TRI21, a taxa de inadimplência consolidada da Energisa (ENGI11), considerando os impactos da pandemia de Covid-19 e as medidas restritivas impostas pela ANEEL ao longo do ano de 2020, foi de 1,09%.

Endividamento da Energisa (ENGI11)

A posição consolidada de caixa, equivalentes de caixa, aplicações financeiras e créditos setoriais totalizou R$ 5,670 bilhões em 31 de março de 2021, frente aos R$ 6,89 bilhões em 31 de dezembro de 2020.

Ao final de março, a dívida líquida foi de R$ 14,22 bilhões, contra R$ 13,57 bilhões em dezembro.

Consequentemente, a relação dívida líquida por Ebitda ajustado passou de 3,1 vezes em dezembro de 2020 para 3,0 vezes em março de 2021.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.