Embraer (EMBR3) dispara com possível fusão da Eve com Zanite; Braskem (BRKM5) sobe

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: reprodução/pixabay

As ações da Embraer (EMBR3) são a maior alta do Ibovespa nesta quinta-feira (10). Por volta das 10h50, as ações da fabricante de jatos disparavam mais de 12%.

O movimento para cima é justificado pela possível fusão da Even, controlada da Embraer com a Zanite.

Segundo reportagem da Reuters, a negociação visa possível intenção de IPO da Embraer nos Estados Unidos.

Aprenda hoje a investir em Small Caps e encontre as oportunidades escondidas na Bolsa.

A Braskem (BRKM5) tinha valorização de 4,59%.

Os papéis Locaweb (LWSA3) subiam 2,68%.

As ações da Eneva (ENEV3) tinham alta de 2,15%.

Eletrobras (ELET3) avançava 2,26%, com expectativas sobre sua privatização.  relator da MP da privatização da estatal, senador Marcos Rogério (DEM-RO) disse que deve entregar seu relatório, no máximo, até a próxima 3ªF e que a intenção é que o texto seja discutido no plenário no mesmo dia.

Ibovespa opera em alta de 0,42%, aos 130.448,97 pontos.

Maiores quedas do Ibovespa

A Gol (GOLL4) recuava 2,82%, após ter subido ontem, em razão da compra da MAP.

Em seguida, as ações Via (VVAR3) têm baixa de 2,19%.

Já a Qualicorp caía 1,61% e Eztec (EZTC3) recuava 1,56%.

Mais destaques

Os bancos operam em alta na sessão de hoje. Bradesco (BBDC4) sobe 0,71%, Itaú Unibanco PN (ITUB4) +1,17%, Banco do Brasil (BBAS3) +1,15% e Santander (SANB11) +1,09%.

Já as ações da Petrobras (PETR3 PETR4) sobem 1,05% e 0,98%, respectivamente. A Petrobras (PETR4) informou que iniciará em 13 de junho a primeira das duas aquisições sísmicas do projeto de monitoramento do campo de Sapinhoá, a 310 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de 2153 m, no pré-sal da Bacia de Santos. A aquisição sísmica é uma ferramenta importante de gerenciamento da jazida (os reservatórios) e de otimização dos sistemas de produção, buscando maximizar o valor dos ativos por meio do aumento do fator de recuperação das jazidas.

As ações da Vale (VALE3) caía 0,52%, apesar da alta do minério em Qingdao.