Em ranking de segurança e sustentabilidade energética, Brasil se posiciona no 53º lugar

Daniele Andrade
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / Pixabay

Um levantamento realizado pela empresa de consultoria Oliver Wyman, em parceria com  o Centro de Risco Global da Marsh & McLennan Companies e o World Energy Council (WEC) trouxe dados importantes. Foram listados, o desempenho energético de 125 países. Com foco em três áreas, foram elas: segurança energética, patrimônio energético e sustentabilidade ambiental.

O Brasil ficou em 53ª posição no ranking mundial, estando entre os países menos evoluídos. Em relação aos países que se destacaram, no topo ficaram Dinamarca, Suíça e Suécia. Em comparação aos países latino-americanos da lista segundo o Estadão, o Brasil ficou atrás do Uruguai, Chile, Colômbia, Peru e Costa Rica.

Já os países vizinhos como a Argentina, ocupou a 60ª colocação. O Equador ficou logo atrás, na 62ª, seguido por Venezuela em 76ª e Paraguai em 87ª.

Em relação aos norte-americanos, o Canadá saiu na frente dos Estados Unidos. Ocupando a 13ª posição, e os EUA a 14ª. Os países que ocuparam os últimos lugares do ranking foram: Congo, Benim, Chade e Níger.

Segundo a reportagem do Estadão, de acordo com o relatório o Brasil ficou na 53° posição devido a não ter um avanço na diversificação da matriz energética, na infraestrutura do setor e também nas suas políticas públicas.

 

 


Aproveite o atual cenário econômico do Brasil e aumente a rentabilidade dos seus investimentos.

Deixe seus dados abaixo e conte com a nossa equipe para lhe ajudar.

Se preferir, ligue direto para 4007-2374