Em meio à parceria com Boeing, Embraer anuncia segregação da operação comercial

Rodrigo Petry
Editor-chefe, com 18 anos de atuação em veículos, como Estadão/Broadcast, InfoMoney, Capital Aberto e DCI; e na área de comunicação corporativa, consultoria e setor público; e-mail: rodrigo.petry@euqueroinvestir.com.
1

Crédito: Wikipedia

No contexto da parceria estratégica com a The Boeing Company, a fabricante brasileira de aeronaves Embraer anunciou por meio de fato relevante que foi implementada a segregação interna do negócio de aviação comercial.

Segundo o comunicado, a operação se dará por meio da contribuição, pela Embraer, ao capital social da Yaborã Indústria Aeronáutica S.A, do acervo líquido composto por ativos, passivos, bens, direitos e obrigações referentes à unidade de negócio de aviação comercial da fabricante brasileira.

Segundo o comunicado, a consumação da operação continua sujeita à aprovação pela Comissão Europeia e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE); além da “satisfação de outras condições usuais em operações desta natureza”.

Confira os melhores momentos da Money Week

“Até que tais aprovações sejam obtidas e as demais condições sejam satisfeitas, não há garantias quanto à consumação da operação ou ao prazo para sua conclusão, continuando a Embraer e a Boeing a envidar seus melhores esforços para que o fechamento da operação ocorra no menor prazo possível”, acrescenta o fato relevante.