Eletrobras (ELET6) aprova incorporação de SPEs; Porto Seguro (PSSA3) anuncia JCP

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Divulgação

A Eletrobras (ELET6) comunicou que nesta quarta (31) foram realizadas assembleias extraordinárias dos acionistas da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) e dos Acionistas das 11 Sociedades de Propósito Específico (SPEs) dos Complexos Eólicos Pindaí I, II e III, sendo aprovada a incorporação destas SPEs pela Chesf.

Porto Seguro (PSSA3) paga JCP e dividendos

A Porto Seguro (PSSA3) aprovou a distribuição de proventos relativos ao exercício de 2020 no valor de R$ 844,09 milhões, correspondendo a R$ 2,638424289, para cada ação emitida pela Companhia.

Desse modo, será pago JCP imputados ao dividendo obrigatório relativo ao exercício de 2020, no valor R$ 318.382.155,19, líquidos de imposto de renda.

A capital mundial dos investimentos vai invadir sua a casa! Click no link e faça sua inscrição gratuita para o evento

O montante corresponde a R$ 0,50988193190 por ação, creditados contabilmente aos acionistas, em valores líquidos, em 29 de junho de 2020.

Além disso, será pago o valor líquido de R$ 0,47884271341 por ação a título de JCP.

A companhia informou ainda que será pago dividendo no valor de R$ 82.415.458,41 correspondendo a R$ 0,25760941409 para cada ação emitida pela Porto Seguro.

Além de dividendos adicionais ao mínimo obrigatório no valor de R$ 443.297.886,49 correspondendo a R$ 1,38563457646 por ação.

Santos Brasil (STBP3) avança em novo contrato de operação de contêineres com Maersk Group

A Santos Brasil (STBP3) informou que está em tratativas finais visando a celebração de novo contrato de prestação de serviços de operação portuária de contêineres, no Tecon Santos, com a Maersk Group.

A expectativa da Companhia é que a negociação em cursos se encerre nos próximos dias.

Duratex (DTEX3) contrata linha de crédito de R$ 697 milhões com BNDES

A Duratex (DTEX3) celebrou a contratação de uma linha de crédito com prazo de até 2 anos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) no valor de R$ 697 milhões.

Estes recursos serão destinados à aquisição de máquinas, equipamentos e materiais industrializados de fabricação nacional, além de matérias primas utilizadas no processo produtivo da Duratex.

Segundo a Companhia, essa captação busca aprimorar o perfil de liquidez e endividamento da empresa, após os recentes investimentos como a construção da nova unidade de celulose solúvel, joint venture LD Celulose S.A. com a Lenzing AG.

Log Commercial Properties (LOGG3): Cancelamento da realização de oferta pública

A Log Commercial Properties (LOGG3) decidiu cancelar a realização da oferta pública de distribuição primária de ações ordinárias de emissão da Companhia devido à recente volatilidade do mercado de capitais.

A Companhia declarou ainda ter acesso a outras alternativas de funding.