Eletrobras (ELET3 ELET6) emitirá títulos verdes para financiar projetos de geração eólica e solar

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Eletrobras/Divulgação

A Eletrobras (ELET3 ELET5 ELET6) informou nesta quinta-feira (17) que a auditoria internacional Vigeo Eiris publicou o documento final que habilita a Eletrobras a emitir Green Bonds, os chamados Títulos Verdes, para projetos de geração eólica e solar.

“O documento é emitido a partir da aplicação de uma metodologia de avaliação exclusiva sobre os aspectos ambiental, social e de governança da Vigeo Eiris”, explica a Eletrobras.

Leva-se em conta também a versão mais recente das diretrizes voluntárias dos Princípios de Títulos Verdes (GBP, na sigla em inglês), da International Capital Market Association, editadas em junho de 2018.

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

A Eletrobras obteve o primeiro lugar entre as empresas do setor de eletricidade e gás nos mercados emergentes.

Entre todas as empresas avaliadas no mundo, a Eletrobras ficou na a 34ª posição.

Em março deste ano, a Eletrobras (ELET6) recebeu certificação da Climate Bonds Initiative (CBI).

A CBI é uma organização internacional, sem fins lucrativos, que realiza a certificação de projetos sustentáveis.

B3 (B3SA3): exercício de opções sobre o Ibovespa movimenta R$ 1,5 bilhão

A B3 (B3SA3) informou hoje que o exercício de opções sobre o Índice Bovespa (Ibovespa) movimentou R$ 1,541 bilhão, com 15.411 contratos negociados.

Do volume de operações exercidas, R$ 689,294 milhões referem-se a opções de compra e R$ 852,151 milhões a opções de venda.

A empresa ainda descreve os contratos que obtiveram os maiores volumes de exercício:

  • Série a 100 mil pontos movimentou R$ 372,200 milhões em opções de compra
  • Série a 101 mil pontos movimentou R$ 236,239 milhões em opções de venda
  • Série a 103 mil pontos movimentou R$ 207,133 milhões em opções de venda
  • Série a 102 mil pontos movimentou R$ 171,768 milhões em opções de venda
  • Série a 104 mil pontos movimentou R$ 104,416 milhões em opções de venda