Eletrobras (ELET3) aprova aquisição; JHSF3 compra participação de Accioly

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Unsplash

A Eletrobras (ELET3) informou na última sexta-feira (17) que o conselho de administração aprovou uma oferta vinculante realizada pela Evoltz Participações para a compra da participação da Eletrobras na subsidiária Manaus Transmissora de Energia.

Conforme o fato relevante publicado, a proposta prevê a compra de 49,5% do capital social total da Manaus Transmissora de Energia.

O negocio foi fechado pelo valor de R$ 232 milhões, em valores referenciados a 31 de dezembro de 2018.

Entretanto, a transação precisa ainda ser aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e pelos credores da Eletrobras.

Se aprovado, a Evoltz passará a ser a única acionista da Manaus Transmissora e controlará uma linha de transmissão com extensão de 586 km, passando pelos estados do Amazonas e Pará.

JHSF (JHSF3) anuncia compra de participação na Gero e Marea

A JHSF (JHSF3) informou na sexta (17) que concluiu a compra das participações societárias detidas pela AALU Participações e Investimentos.

A JHSF e a AALU, comandada pelo empresário Alexandre Accioly, eram sócias nos restaurantes da rede Gero e nas operações de alimentos do Hotel Fasano no Rio de Janeiro.

Após atritos entre os sócios sobre acusação de interesses conflitantes, a JHSF encerrou a sociedade com a compra de 40% da Gero e 30% do Marea, ambos de Accioly.

Além disso, a participação de 30% da AALU Participações na São Sebastião do Rio de Janeiro Administração de Restaurantes, também foi adquirida.

O valor da transação não foi revelado.