Eletrobras (ELET 3 ELET6): Chesf conclui energização de complexos eólicos na Bahia

Joana Kurtz
null

Crédito: Divulgação/Eletrobras

A Eletrobras informou que a sua subsidiária Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) concluiu em 15 de janeiro de 2020 a energização dos aerogeradores dos Complexos Eólicos Pindaí I, II e III.

A conclusão desse empreendimento representa um incremento de 110 MW de capacidade instalada da Chesf, correspondente a uma receita anual de R$ 70,7 milhões.

Os Complexos Eólicos Pindaí I, II e III, situados na Bahia, são formados por 11 sociedades de propósito específico criadas a partir do Leilão de Energia de Reserva, do Leilão nº 09 (A-3) e do Leilão Aneel nº 10 (A-5) realizados pela ANEEL em 2013, visando a buscar novos empreendimentos de geração eólica para suprimento de energia.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Eles são compostos de 55 aerogeradores, dos quais 35 estão em operação comercial e 20 em operação de teste.