Elétrica Rio Energy, da Denham Capital, pede registro para IPO

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

A Elétrica Rio Energy, controlada pelo grupo de private equity Denham Capital, pediu registro para IPO (Oferta Pública Inicial) na B3.

A empresa possui três parques eólicos operacionais. Juntos, eles somam quase 485 megawatts em potência instalada, na Bahia e no Ceará. Mas há ainda duas construções eólicas em andamento na Bahia e Ceará, que devem começar a gerar energia em 2022.

A oferta é coordenada por Itaú BBA, Bank of America Merrill Lync, UBS e Bradesco.

Não Perca! Começa hoje o evento que vai transformar sua visão sobre Fundos de Investimento Imobiliário

Sobre a Elétrica Rio Energy

A empresa Elétrica Rio Energy se apresenta como líder de geração de energia renovável integrada.

Eles têm um portfólio contratado de ativos eólicos estrategicamente localizados no nordeste do Brasil, que é reconhecidamente uma das áreas mais favoráveis do mundo para a geração de energia eólica e solar

Atualmente, a empresa está desenvolvendo projetos greenfield com uma capacidade instalada estimada de 1.536 MW, dos quais 1.053 MW devem ser derivados de energia eólica e 483 MW de energia solar, nos estados brasileiros da Bahia, Ceará e Rio Grande do Sul.

O capital social da Elétrica Rio Energy é de R$ 942.549.837,75, dividido em 701.219.687 ações ordinárias.

Números da empresa

A receita líquida combinada aumentou de R$319,8 milhões no fim do exercício social de 2018 para R$ 359,5 milhões no fim do exercício social de 2019 e R$ 366,9 milhões no fim do exercício social de 2020.

O EBITDA combinado da Elétrica Rio Energy foi de R$ 142,1 milhões no fim do exercício social de 2018, R$ 240,2 milhões no fim do exercício social de 2019 e R$ 233,1 milhões no fim do exercício social de 2020, representando uma taxa composta de crescimento anual, ou CAGR, de 28,1% de 2018 a 2020.

Detalhes do IPO da Elétrica Rio Energy

A empresa quer ser listada no Novo Mercado.

A operação será de oferta primária, quando a companhia emite novos papéis e o dinheiro tem como destinação o caixa da empresa, quanto oferta secundária – com venda de participações dos acionistas.

Os acionistas controladores da empresa vão vender uma fatia do negócio na oferta. Os fundos Rio Energy FIP e RE FIP II possuem, respectivamente, 75,60% e 24,40% da companhia.

Mas o prospecto preliminar protocolado na B3 não informa como a empresa planeja usar os recursos com a venda de ações novas.