Eleições nos EUA: Governador de Ohio quer adiar primárias democratas

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução Aly Song / Reuters

O governador do estado de Ohio, Mike DeWine quer cancelar a votação das primárias democratas devido ao coronavírus. Previstas para terça-feira (18), as primárias fazem parte das eleições para o cargo de presidente nos EUA. Por meio do twitter, DeWine anunciou que iria propor uma ação judicial para o cancelamento, em que a decisão caberia a um juiz. Segundo informações da rede CNN.

O governador escreveu em seu perfil no twitter: “Não podemos dizer à população que fique em casa. Mas também que saiam e votem. É minha recomendação que adiemos a votação presencial até 2 de junho”. De acordo com dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) havia confirmado 1.678 casos e 41 mortes pelo COVID-19 nos Estados Unidos. Isso até a segunda-feira (16), no período da tarde.

DeWine justificou o pedido dizendo, que é necessário se preocupar também com a saúde de quem trabalha nas votações. Além de Ohio, foram programadas primárias para os estados do Arizona, Flórida é Illinois. Mas, Ohio é a uma das regiões mais importantes nas eleições, com apoio de 136 delegados, segundo a CNN.

Na disputa pelos votos, estão Bernie Sanders e Joe Biden. No domingo (15), Sanders concordou com a ideia de adiar as eleições devido ao Covid-19. O candidato comentou a CNN:  “Espero que os governadores ouçam o público e os especialistas de saúde pública, e o que eles estão dizendo é que reuniões de mais de 50 pessoas não são recomendáveis. Estamos pensando em pessoas idosas sentando nas mesas, registrando os eleitores”.

Outros estados, como Louisiana e Gerogia adiaram suas votações. As autoridades dos estados de Arizona, Flórida, Illinois e Ohio divulgaram uma nota. Insistindo que houvesse a continuação nas votações.