Eleição não mudará o Brasil, diz Joaquim Barbosa

Ontem (08), em anúncio em sua conta no Twitter, Joaquim Barbosa, anunciou que não sairá candidato a presidência do Brasil. Em entrevista ao  Valor, Barbosa negou qualquer desentendimento com o seu atual partido (PSB), partido que se filiou no mês de abril.

Betina Moura
Betina Moura, gaúcha, formada em Marketing pela Universidade do Vale do Itajaí-SC, adoradora do marketing digital, tecnologia, comunicação, boas músicas e esportes.Na Equipe EuQueroInvestir é responsável pela diagramação dos artigos, designers, redação de notícias e inboud marketing.Contato: betina.moura@euqueroinvestir.com
img-capa

Foto: img-capa

twitter

Na entrevista ao Jornal, Barbosa deixou claro seu descontentamento com o sistema atual em geral partidário, e lamentou que as candidaturas avulsas não sejam permitidas no sistema eleitoral. Disse:

“Os políticos criaram um sistema político aferrolhado de maneira a beneficiar a eles mesmos. O sistema não tem válvula de escape. O cidadão brasileiro vai ser constantemente refém desse sistema. Você não tem como mudá-lo. Esse sistema contém mecanismos de bloqueio que servem para cercear as escolhas do cidadão”.

Joaquim Barbosa ainda questionou o porquê da obrigatoriedade de filiar-se a algum partido seis meses que antecedem as eleições, e apontou esse o principal motivo da sua filiação ao PSB, alegando ter vivido muitos momentos de dúvidas sobre a sua possível candidatura à presidência da república.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

O ex-presidente do STF acredita que o país enfrenta problemas gravíssimos estruturais, sociológicos, econômicos, históricos e culturais e ainda afirmou que não acredita que a eleição mudará o Brasil, pelo contrário, teme que a eleição aprofunde ainda mais as desigualdades sociais.

Ainda em entrevista, Joaquim Barbosa afirma não morrer de amores pelo poder, que a vida de glamour dos políticos nunca o atraiu, e ainda conta que sua família sentiu-se aliviada com a decisão.

No mês previsto para as eleições presidenciais (outubro), Barbosa conta que possivelmente estará fora do Brasil, e seguirá sua vida normalmente. Joaquim Barbosa deixou uma frase para os eleitores que apoiaram sua candidatura:

“Prestem atenção para a maneira como funciona a política no Brasil. Somos reféns, nosso direito de escolha é limitado.”

[banner id=”teste-perfil”]