Eduardo Bolsonaro viaja aos EUA nesta sexta para encontrar Trump

Fabian Fávero
Assessor de Investimentos na EQI Investimentos. Formado em Direito pela Universidade do Sul de Santa Catarina. Atualmente cursando MBA em Investimentos e Private Banking pela IBMEC.
1

Crédito: Reprodução/YouTube

Filho do Presidente Jair Bolsonaro deve viajar à Washington nesta sexta feira com o Ministro das Relações Exteriores

Dando continuidade a ideia de estreitar relações com os Estados Unidos e agradecer o apoio americano em relação às queimadas na Amazônia, o Deputado Federal Eduardo Bolsonaro viajará nesta sexta (30) à Capital americana para se encontrar pessoalmente com Donald Trump.

A viagem de Eduardo Bolsonaro

O Presidente anunciou a ida do filho em cerimônia realizada nesta quinta-feira (29/08) no Palácio do Planalto. Neste evento foi lançado o programa “Em frente Brasil”, atrelado a pasta do Ministro Sérgio Moro. O atual deputado federal estará acompanhado do chanceler Ernesto Araújo, diplomata brasileiro e atual Ministro das Relações Exteriores, forte entusiasta da política externa de Trump e indicação de Olavo de Carvalho.

O motivo da ida aos EUA

Nas últimas semanas, o governo Bolsonaro foi alvo de críticas  relacionadas às queimadas ocorridas na Amazônia. O Presidente Emannuel Macron fez duras afirmações em relação a falta de atitude do poder executivo brasileiro frente aos prejuízos ambientais. Além disso, o Presidente francês afirmou “nossa casa está pegando fogo. Literalmente”, após considerar os incêndios uma crise internacional. Nesta linha, o francês afirmou que se nada fosse feito, seu país não ratificaria o acordo comercial envolvendo o Mercosul e a União Europeia.

Em reunião nesta semana do G-7 , grupo das sete maiores potências econômicas mundiais, o presidente americano defendeu abertamente o Brasil. Neste sentido, Bolsonaro afirmou fazer questão de agradecer pessoalmente a posição de Trump, e que o seu governo se aproximará cada vez mais de países que “servem de exemplo”.

A escolha do embaixador

O Deputado Federal Eduardo Bolsonaro foi o escolhido para a missão por ser presidente da Comissão de Relação Exteriores da Câmara dos Deputados. Quanto a hipótese de ser nomeado embaixador brasileiro nos Estados Unidos, já há a aceitação do governo americano. Agora, falta a chancela dos senadores brasileiros. Eduardo Bolsonaro ainda afirmou que a viagem não tem relação com a nomeação.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

No entanto, questionado se a viagem objetivava melhorar o vínculo existente, Eduardo afirmou que a boa relação “já é notória”e, que os senadores já sabem disso. Entretanto, tramitam na casa legislativa duas Propostas de Emenda à Constituição (PEC) para impedirem a nomeação. O Presidente da casa, Davi Alcolumbre do Amapá, afirmou que só levará a indicação à votação quando houver a certeza de que os votos estão garantidos.

A reunião deve ocorrer às 14h desta sexta-feira (30/08) e, ela começou a ser combinada na semana passada, quando o presidente americano ligou a Bolsonaro para oferecer ajuda em relação às queimadas. Os brasileiros devem retornar ao Brasil ainda na sexta-feira, porém, na semana seguinte voltam aos Estados Unidos para evento com o secretário do Departamento de Estado, Mike Pompeo.

No evento desta quinta-feira (29/08), o Deputado Federal Eduardo Bolsonaro afirmou que quer agradecer ao Presidente Donald Trump por fazer com que o pêndulo na reunião do G-7 balançasse para o lado brasileiro. Ademais, a reunião é mais um passo indicando a boa relação que vem sendo construída entre os dois países, principalmente nos setores econômicos, políticos e externos.

Conhece o nosso canal no YouTube? Clique e se inscreva