Ecorodovias (ECOR3) tem redução de 21% no tráfego; JSL (JSLG3) informa aquisição

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação / Ecorodovias

A Ecorodovias (ECOR3) teve uma redução de 21% no tráfego no comparativo de março a agosto de 2020 com o mesmo período do ano passado.

Segundo dados divulgados nesta terça-feira (04), o volume de tráfego caiu de 110,2 milhões de veículos para 87,0 milhões. O período analisado é de 16 de março a 2 de agosto. Ou seja, momento que o país sente os impactos do coronavírus.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Assim, a maior queda foi registrada pela Ecorodovias na Ecopistas, com variação de 36,5%. Em seguida vem a Ecoponte com 34,2% a menos de tráfego de veículos.

A única que apresentou crescimento no período foi a Ecorodovia Caminho do Mar. Houve aumento de 7,3% do tráfego de veículos.

No último dia 29 de julho, a Ecorodovias reportou seu resultado do segundo trimestre de 2020. A empresa teve um aumento de 47% do seu lucro líquido no comparativo com o mesmo período de 2019.

 

JSL (JSLG3) informa aquisição

A JSL divulgou nesta terça-feira (04) que fechou contrato ontem para a aquisição da Fadel Holding LTDA.

Fundada em 2001, a Fadel está entre as 20 maiores empresas do setor no Brasil com presença também no Paraguai. Ela presta serviços de distribuição urbana, logística dedicada de cargas rodoviárias e logística interna. Assim, a Fadel é uma das principais empresas de distribuição urbana no Brasil.

A Fadel atua nos setores de bebida, alimentos, bens de consumo e iniciou atividades no comércio eletrônico. A empresa tem uma frota de mais de 1.600 ativos operacionais próprios (entre caminhões, cavalos mecânicos, carretas e veículos comerciais leves) e tendo 25 filiais no Brasil e 4 unidades no Paraguai.

Em 2019, a Fadel apresentou receita líquida de R$ 372 milhões, Ebitda de R$60 milhões, lucro líquido de R$ 31 milhões e um índice de alavancagem de dívida líquida/Ebitda de 2,2 vezes. Vale ressaltar que em função da característica de seus segmentos de atuação e de seus serviços, a Fadel vem apresentando crescimento de sua receita em 2020.

Money Week 5ª Edição

5 Dias de Evento | 70 Autoridades do Mercado Financeiro | 20 Horas de Conteúdo