Ecorodovias (ECOR3) tem alta de 23% no lucro no 1TRI20

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Crédito: Reprodução/Unsplash

A Ecorodovias (ECOR3) divulgou seus resultados do primeiro trimestre de 2020, nesta segunda-feira (29).

O lucro líquido totalizou R$ 103,3 milhões, um desempenho 23% superior ao registrado no mesmo período de 2019.

Conforme a empresa, o resultado foi influenciado positivamente pelo maior Ebtida referente ao início da operação de cobrança de pedágio pela Eco135 e consolidação da Eco050 e revisão dos cronogramas de provisão para manutenção futura das concessionárias.

O resultado financeiro foi uma despesas de R$ 193,1 milhões, um aumento de 47,5% sobre as perdas financeiras do mesmo período de 2019.

Os custos operacionais e despesas administrativas somaram R$ 598,3 milhões, uma queda de 0,6%.

De acordo com a Ecorodovias, a redução foi influenciada pela diminuição do custo de construção e provisão de manutenção.

Ecorodovias (ECOR3)

Receita cresce 15,6%

A receita líquida da Ecorodovias totalizou R$ 768 milhões no trimestre, uma elevação de 15,6%.

O lucro bruto subiu 27,4% no primeiro trimestre, atingindo R$ 442,4 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla) somou R$ 530,4 milhões, um aumento de 17,8%.

Enquanto a margem Ebtida atingiu 69,1%, baixa de 1,3 ponto percentual.

O desempenho foi puxado pelo início da operação de cobrança de pedágio pela Eco135 e à consolidação da Eco050.

Capex

A Ecorodovias investiu R$ 263,4 milhões no trimestre, uma diminuição de 3,4%.

Os principais investimentos do trimestre foram nas concessões rodoviárias foram as duplicações na Eco101 e Eco050, as obras de acesso à Linha Vermelha na Ecoponte e as obras relacionadas ao aditivo contratual da Ecovias dos Imigrantes.

Dívida da Ecorodovias sobe 35,1%

A dívida líquida da Ecorodovias encerrou março em R$ 6,817 bilhões, alta de 35,1%.

A alavancagem financeira, medida pela relação dívida líquida / Ebtida, ficou em 3,2 vezes no final de março, uma elevação de 0,3 p.p. na comparação com igual período de 2019.

Veja os principais destaques do balanço da Ecorodovias: